pube
Geral

“Quem é cooperativista nunca está sozinho”

por Redação Conexão Safra

em 22/07/2015 às 0h00

3 min de leitura

Alissandra Mendes
Regional


O COOPERATIVISMO TEM GANHADO ESPAÇO NOS DIAS ATUAIS PELA QUANTIDADE DE COOPERADOS E A GERAÇÃO DE TRABALHO E RENDA.


pube

Hoje, é comemorado o Dia Internacional do Cooperativismo e a importância da data
vai além das questões econômicas. Segundo o presidente do Sistema
OCB-SESCOOP/ES, Esthério Sebastião Colnago, o cooperativismo tem um papel importantíssimo e fundamental nos dias atuais.


“Não só para a economia, como também para a sociedade capixaba. O Cooperativismo humaniza, nos faz diferente, com vetores da democracia e da paz. Nossa finalidade primeira é realizar as necessidades humanas, para aí sim, buscar crescimento financeiro. Eu sempre
afirmei que as cooperativas são filhas da crise. Tenho certeza de que neste momento em
que o país está vivendo, muitos setores estão sofrendo com a crise. Mas nós como cooperativas, uma sociedade de pessoas, que somos baseados na doutrina, em valores
sociais e princípios universais, estamos em vantagem ”, comentou.


Segundo ele, as cooperativas são capazes de superar a crise. “Nós somos o único modelo
socioeconômico capaz de enfrentar a crise e ainda apresentar crescimento. Foi assim em
2008, quando o mundo enfrentava uma das piores crises econômicas e financeiras, que
o cooperativismo cresceu mais de 35%, e será assim em 2015. Temos
esta certeza ”, continuou o presidente.


As cooperativas são capazes de superar a crise


Esthério ressaltou que a data merece ser comemorada pelos cooperados. “São inúmeros os fatores que nos fazem comemorar o Dia Internacional do Cooperativismo. Estamos inseridos em um universo de responsabilidade social, ajuda mútua, preocupação com o nosso semelhante, além de termos valores pautados na honestidade, igualdade, democracia e solidariedade. Quem é cooperativista nunca está sozinho, sempre tem apoio e cooperação para mudar de patamar, seja na produção ou na produtividade, aumentando renda e criando novas oportunidades. Dentro de uma cooperativa, todos são iguais. Não interessa o gênero, a
religião, a etnia ou a classe social. Todos são donos da mesma forma, possuem seus direitos
e deveres iguais, oferecendo a cada uma dessas pessoas uma forma digna, igualitária e sustentável de desenvolver seu trabalho ”, explicou.


Esthério afirmou que o cooperativismo continua sendo o futuro. “Estamos sim no caminho
certo, mas falo de boas cooperativas. Aquelas que realmente levam seus princípios a sério, que tem necessidade de existência e total utilidade para seus cooperados, com lideranças preparadas para uma governança eficaz, capaz de ensinar e também aprender, pois esse
é o verdadeiro sentido da existência das cooperativas e do cooperativismo ”, garantiu.

Fonte: AQUIES


pube