pube
Geral

Idaf obtém 100% de desempenho nos exames de Anemia Infecciosa Equina

Esta foi a primeira vez que o Idaf participou do programa, em cumprimento à determinação do Mapa para manter o credenciamento

por Redação Conexão Safra

em 29/01/2014 às 0h00

2 min de leitura

O Departamento de Diagnóstico Laboratorial do Instituto de Defesa Agropecuária e Florestal do Espírito Santo (Idaf) obteve 100% de desempenho no ensaio de proficiência em Anemia Infecciosa Equina (AIE), realizado pela Rede Metrológica do Rio Grande do Sul (RMRS). O teste avalia a qualidade dos serviços prestados por laboratórios integrantes da rede nacional, cadastrados no Ministério da Agricultura (Mapa).

Segundo a médica veterinária Adriana Pereira Rampinelli, responsável técnica do Laboratório de Anemia Infecciosa do Idaf, a RMRS encaminhou cinco amostras de sangue de equídeos para que o diagnóstico da AIE fosse realizado pelo Instituto. “Obtivemos 100% de acerto nos testes realizados. Esse resultado demonstra o comprometimento do Idaf com a qualidade dos serviços prestados à sociedade. Desenvolvemos esse trabalho com bastante seriedade, afinal, qualquer falha no diagnóstico pode representar prejuízo aos produtores e perda de vida de animais sadios, já que os animais com diagnóstico positivo para AIE devem ser sacrificados ”, explica a veterinária.

pube

Esta foi a primeira vez que o Idaf participou do programa, em cumprimento à determinação do Mapa para manter o credenciamento. A participação nos ensaios de proficiência é pré-requisito para acreditação do laboratório junto ao Inmetro na Norma ABNT NBR ISO/IEC 17.025.


Anemia Infecciosa Equina


A Anemia Infecciosa Equina é uma doença que atinge todos os equídeos (cavalos, éguas, mulas, burros, jumentos, pôneis) de qualquer raça, sexo ou idade. Como o animal atua como fonte de infecção para os demais equídeos e a doença não tem cura, a legislação federal recomenda o sacrifício dos animais doentes.


Fonte: Idaf

pube