pube
Geral

Estudantes aprendem sobre cuidados com agrotóxicos

Os alunos também criaram charges baseadas no assunto abordado que, a partir de junho, serão expostas na sede do município

por Redação Conexão Safra

em 25/04/2014 às 0h00

2 min de leitura


Aproximadamente 60 alunos da Unidade Municipal de Ensino Fundamental Santa Luzia, na zona rural de Conceição do Castelo, participaram no dia 24, da palestra sobre embalagens vazias de agrotóxicos e a destinação correta desses materiais, coordenada pelo Instituto de Defesa Agropecuária e Florestal do Espírito Santo (Idaf).

O tema foi apresentado pelo engenheiro agrônomo do Instituto, Teophilo André Maretto Effgen. Na ocasião, os alunos também criaram charges baseadas no assunto abordado que, a partir de junho, serão expostas na sede do município juntamente com trabalhos desenvolvidos por outras escolas da zona rural em comemoração à Semana do Meio Ambiente. A melhor charge será premiada.

pube

“”Acho importante inserir essa discussão, sobretudo nas unidades da zona rural, uma vez que esta é a realidade de muitas famílias, que utilizam agrotóxicos em suas lavouras. É fundamental conscientizar quanto aos cuidados necessários com as embalagens vazias, evitando que elas sejam utilizadas para armazenamento de água ou grãos, por exemplo, ou ainda que sejam descartadas de forma indevida””, orienta Teophilo.

A diretora da escola, Maria Cândida, enfatizou a importância dessa parceria do Idaf com a instituição. “”A palestra foi de suma importância para a aprendizagem dos alunos e professores, sendo de fácil entendimento e bastante agradável. Diante dessa ação, percebemos a necessidade da parceria do Idaf com as instituições de ensino, contribuindo para mais conhecimento nessa área””, disse.


Embalagens de agrotóxicos


As embalagens vazias de agrotóxicos, quando deixadas no campo após o uso, podem acarretar prejuízos à saúde e ao meio ambiente, já que os resíduos de agrotóxicos podem contaminar os solos e os recursos hídricos, assim como provocar intoxicações nos seres humanos e animais.

As embalagens devem ser preparadas para devolução e entregues em uma unidade de recebimento (lojas, postos ou centrais de recebimento) de acordo com as orientações da nota fiscal. O prazo para devolução é de um ano após a compra.

O Idaf é o órgão responsável no Espírito Santo por fiscalizar os agrotóxicos, disciplinando seu uso, comércio e armazenamento.


Fonte: Idaf

pube