pube
Geral

Escaldadura em folhas e frutos do cafeeiro

por Redação Conexão Safra

em 11/02/2015 às 0h00

3 min de leitura

Por José Braz Matiello, engenheiro agrônomo da Fundação Procafé


pube

Tempo seco, com pouca chuva e com altas temperaturas tem provocado o amarelecimento e a queima de folhas e frutos dos cafeeiros, processo que chamamos de escaldadura.


Escaldadura significa uma queima, que no cafeeiro ocorre sob duas formas &ndash, a clorose, provocada pela degradação da clorofila e a necrose, esta devido à morte dos tecidos.

A escaldadura ocorre quando a planta absorve uma grande quantidade de energia do sol e não consegue dissipá-la, então ocorre um dano oxidativo.

Deste modo, as regiões mais quentes, em altitudes mais baixas, e a face dos cafeeiros voltada para o sol da tarde são as mais afetadas pela escaldadura.


Como já dito no início, o amarelecimento e a queima dos tecidos podem ocorrer tanto sobre a folhagem como sobre os frutos, estes quando mais expostos ao sol, sendo muito comum em cafeeiros conilon, quando os galhos tombam e expõem mais os frutos da parte superior do ramo.


Os efeitos da escaldadura se traduzem na redução da área fotossintética da folhagem e no prejuízo direto, pelo chochamento e queima de frutos.


Resta, agora, dizer como minimizar a ocorrência da escaldadura.

Primeiro vem a irrigação, a qual, fornecendo água à planta, vai dar condições para um melhor resfriamento dos tecidos. Por outro lado, temos visto que a irrigação por aspersão tende a causar escaldadura, pelo depósito de água na folha promover o efeito lente, assim queimando tecidos, alem de viabilizar o crescimento de folhas novas sensíveis.


A arborização da lavoura, reduzindo a insolação sobre os cafeeiros, é muito eficiente na diminuição da escaldadura, porem é uma prática difícil de ser adotada. O plantio direcionado reduz a escaldadura, pois evita a incidência do sol da tarde, de forma direta de um lado da linha de cafeeiros. O uso de variedades de cafeeiros mais compactos também diminui a escaldadura, assim como a espécie robusta é menos susceptível a esse processo.


Nas lavouras instaladas em regiões mais quentes, em condições de temperatura média de 23 a 24º C, tem sido observado que o uso de maiores doses de nitrogênio na adubação, assim como aplicações foliares de cobre tem reduzido a escaldadura. No mesmo objetivo, o uso de açúcar e de produtos com cristais, os quais refletem os raios solares, tendem a diminuir a escaldadura. Produtos fungicidas do grupo das estrobilurinas, especialmente a piraclostrobina, também reduzem a temperatura foliar.






Folhas amareladas e esbranquiçadas com áreas queimadas, do lado do cafeeiro voltado para o sol da tarde &ndash, sintomas de escaldadura


Ramo de cafeeiro conilon com frutos amarelados e queimados pelo sol, especialmente em sua parte superior &ndash, sintomas de escaldadura em frutos


Detalhes da escaldadura, em folhas


Detalhes da escaldadura, em frutos


Fonte: Site Café Point

pube