Geral

ES forte no mercado de cafés especiais

por Redação Conexão Safra

em 24/04/2015 às 0h00

2 min de leitura

ES forte no mercado de cafés especiais

pube

Especialistas afirmam que Espírito Santo tem grande potencial para a produção de cafés especiais.

Marcos Freire
Estado

Durante a realização do 1º Simpósio Estadual dos Cafés das Montanhas do Espírito Santo, o Estado foi destacado como tendo grande potencial para a produção de cafés especiais. O tema foi discutido durante o evento, que foi realizado em Brejebuba e reuniu mais de 400 produtores da região Serrana e do Caparaó Capixaba, ontem.

Durante o Simpósio, também feita a apresentação da Associação Brasileira de Cafés Especiais (BSCA) e o motivo de sua criação. O responsável pela apresentação foi o representante da empresa Bourbon Specialty Coffees, Javier Faus Neto. Ele destacou os passos necessários para que o café seja considerado especial, ponto principal para que o produto seja reconhecido em todo o mundo. “Pretendemos levar os cafés especiais do Brasil para serem conhecidos mundialmente ”, disse.

Este potencial brasileiro como produtor de cafés especiais já foi identificado pelo mercado internacional, segundo Cristiano Carvalho Antônio, da Prova/Café, de Minas Gerais, que também destacou a qualidade e o sabor diferenciado do café capixaba. “No país, o Espírito Santo tem grande potencial para produção de cafés especiais, pelas condições de clima, parecido com países da América Central. O sabor do café daqui é diferente das demais regiões do Brasil, o que demonstra o grande potencial a ser explorado no Espírito Santo ”, afirmou.

Os produtores presentes também ouviram sobre a importância do planejamento econômico e da gestão de suas propriedades, visando a produção de café de qualidade. A produtividade, sem deixar de lado a qualidade, levando em conta, também, o custo de produção e o planejamento, é essencial no processo, segundo o coordenador de sustentabilidade da Interagrícola S.A., Gustavo Canção Motta. “O produtor precisa planejar estrategicamente suas vendas, a fim de garantir a qualidade do produto ”, destacou. De acordo com ele, a busca por cafés certificados, produzidos com sustentabilidade, tem sido uma tendência do mercado mundial.


Legenda Foto Simpósio Brejetuba (Incaper)
Mais de 400 produtores da região Serrana e do Caparaó participaram do evento.

Olho:
Café do ES tem sabor diferente no resto do Brasil

pube