pube
Geral

Agroindústrias empoderam mulheres do , C ,ampo em Cachoeiro

por Redação Conexão Safra

em 07/03/2016 às 0h00

2 min de leitura

pube
A recente expansão das agroindústrias de Cachoeiro de Itapemirim, estimulada e apoiada pela prefeitura, está garantindo às mulheres cada vez mais autonomia e reconhecimento nas comunidades rurais.
Elas estão à frente de 80% dos 36 empreendimentos registrados no município, que se tornaram alternativa de trabalho e geração de renda para as famílias do campo.

A Secretaria Municipal de Agricultura e Abastecimento tem apoiado a regularização da atividade, a construção e melhoria dos locais de fabricação e a oferta de cursos de qualificação às trabalhadoras.

Elas também ganharam novos canais de vendas, como as feiras livres e programas de compras governamentais, o que amplia as possibilidades de aumentar a renda familiar.

O incentivo está fortalecendo agroindústrias como a “”Cantinho da Pedra””, em Pedra Lisa, no distrito de Pacotuba. Nela, sete mulheres trabalham na produção de pães, bolos e biscoitos, e dividem os lucros.

“A minha renda faz muita diferença em casa e, agora, posso ajudar nas despesas tanto quanto meu marido. Comprei eletrodomésticos que não tinha e ajudei a comprar um carro para a família. Minha irmã, que trabalha comigo, comprou uma moto ”, conta Suely Cassimiro, de 41 anos.

Na comunidade de Moitãozinho, a agroindústria de massas também está abrindo novas perspectivas para mulheres da região.

“Antes, eu ajudava meu pai, que plantava folhas e legumes. Eu trabalhava vendendo e ele, na lavoura. Hoje faço massa fina de pastel e de macarrão caseiro. Ainda estamos no começo, mas acho que daqui pra frente a nossa vida vai melhorar mais ”, acredita Kássila Pastro, 21 anos.

Para o secretário municipal de Agricultura e Abastecimento, José Arcanjo Nunes, o empoderamento feminino é uma das contribuições mais importantes da agroindústria familiar.

“As mulheres adquiriram um papel fundamental nesse contexto. Elas são a força motriz na maioria dos empreendimentos e, pela via do trabalho, estão ajudando a melhorar a qualidade de vida de suas famílias. Conquistaram um espaço importante em suas comunidades e estão contribuindo para o desenvolvimento econômico no campo ”, avalia.

pube