pube
Giro pelo Mercado

Volume das exportações de mamão cresce em 2015

por Redação Conexão Safra

em 27/01/2016 às 0h00

2 min de leitura

pube
As exportações brasileiras de mamão cresceram em 2015. As vendas da fruta para o mercado externo totalizaram 39.798 toneladas, acréscimo de 18,13 % em relação as 33.688 toneladas no ano de 2014. Apesar da evolução na quantidade exportada, o valor gerado pelas exportações em dólar foi menor devido a queda no preço médio da fruta internacional passando de US$ 47.058.855 para US$ 43.675.555, de acordo com dados do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior.

O Estado que projetou mais uma vez as exportações nacionais foi o Rio Grande do Norte que obteve crescimento de 55,25% alcançando 11.110 toneladas e gerando receita de US$ 10.652.285. O Estado aproximou-se do Espírito Santo que permaneceu como maior exportador nacional com 12.034 toneladas e uma receita de US$ 15.399.363. A Bahia foi o terceiro maior exportador de mamão com 6.981 toneladas, seguido do Ceará que também registrou crescimento significativo nas vendas externas com 5.614 toneladas, alta de 65,22% em relação a 2014.

Para o presidente da Associação Brasileira dos Produtores e Exportadores de Papaya (Brapex), Rodrigo Martins, o crescimento das exportações reflete o potencial de produção e logístico da região nordeste. “A questão hídrica ainda prejudicou nossa atividade, caso contrário os números poderiam ser melhores nas exportações ”, destaca Martins. Segundo o presidente da Brapex, apesar da queda no preço médio internacional da fruta, a alta do dólar manteve a competitividade do setor para as exportações de mamão.

pube