pube
Geral

Torneio Leiteiro de São Pedro retrata o bom momento da pecuária leiteira em Ibitirama

por Redação Conexão Safra

em 04/10/2013 às 0h00

4 min de leitura


O torneio leiteiro do Córrego São Pedro, em Ibitirama, realizado no fi nal de junho, foi o ponto alto de um dos maiores programas de melhoramento de pecuária leiteira do estado em parceria com o município. Por lá, a organização da comunidade rural foi o grande fator que gerou a mudança nas vidas de dezenas de famílias, aumentou a renda, promoveu a educação e o envolvimento de jovens no campo. Em pouco tempo já se constata grande evolução.


pube

Estamos acostumados a analisar o sucesso de algum programa ou projeto quando observamos números, dados absolutos, proporções. Mas impactos sociais também são considerados e dão “mais corpo ” às análises. Assim, crescimento normalmente está ligado a comparações. E em Ibitirama, a pecuária leiteira obteve altos índices de produtividade e um impacto muito positivo entre os produtores e suas famílias. A combinação de vontade, organização, tecnologia e capacitação estão promovendo uma verdadeira revolução rural. Forças unidas em prol de um bem coletivo: melhorar a qualidade de vida no campo.


Pascoal Vimercati, saudoso produtor rural de Ibitirama, afi rmava que “as boas coisas não saem apenas dos governos, mas do povo ”. Entusiasta do associativismo, o sr. Pascoal junto com o sr. Miguel Almeida lançaram no início de 2011 um desafi o para os produtores da comunidade de São Pedro. “Por que a gente não faz uma exposição aqui mesmo, no nosso lugar? ”.


A ideia ganhou corpo quando o pequeno grupo, por meio de sua associação, procurou o engenheiro agrônomo Aristodemos de Paiva Hassem, chefe do escritório local do Incaper. Ele declara que viu naqueles produtores um entusiasmo que contagiou a todos. Imediatamente, o agrônomo apresentou a proposta à secretaria municipal de Agricultura. Começava então uma grande parceria.


“Realizamos juntos o 1º torneio dentro de um galpão improvisado da Associação com apenas 23 matrizes, mas essa experiência ‘acordou’ o município, que não realizava exposição agropecuária desde 1992 ”. Sem dúvida alguma, atualmente, a exposição agropecuária é o ápice da festa. A partir de então, a festa de São Pedro é o grande balizador para a exposição do município. O sucesso de São Pedro é contagiante. Em 2012 e 2013 os torneios contaram com 32 matrizes, por edição. Na festa de 2013, mais de cinco mil pessoas circularam pelo evento.


A frente da Associação dos Produtores Rurais do Córrego São Pedro, José Geraldo Bernardo também não disfarça a alegria ao comentar o sucesso do Torneio e do apoio que recebeu do prefeito Javan . “O prefeito nos recebeu e abriu as portas de todas as secretarias para apoiar o nosso evento. Sem o apoio dele não haveríamos realizado nada. Sempre dá muito trabalho, mas a gente se sente muito feliz em ver tantas famílias presentes ao evento. Ano que vem tem mais, se Deus permitir estaremos ainda mais animados ”, conclui.


E há, realmente, muito trabalho por trás de tanta celebração. O torneio é resultado de uma dinâmica impressa à agricultura do município. “Foram realizadas diversas atividades, entre elas encontros, cursos, palestras, excursões e treinamentos, em sua maioria ministrados pelo Senar (Serviço Nacional de Aprendizagem Rural), em parceria com a municipalidade, com o Incaper e com as associações rurais, dentre eles programas de capacitação sobre qualidade do leite, inseminação artifi cial e manejo do rebanho. Mais de 30 jovens participaram das capacitações ”, declara Aristodemos Paiva.


Também presente ao torneio, o presidente do Incaper Evair Vieira de Melo vibrou com a organização do evento e elogiou muito os resultados obtidos pela comunidade. “É um orgulho ver o que os nossos produtores realizam com tanta dedicação. A festa de São Pedro, em especial o torneio leiteiro, é sem dúvida uma das festas mais importantes, não só para a comunidade, mas também para o Espírito Santo. Afi nal, além de um rebanho com alto padrão genético formado na comunidade, o evento tem a participação marcante das famílias, em especial das mulheres e jovens. É lindo poder ver essa iniciativa ”, fi nalizou.

pube