pube
Geral

Incaper resgata e disponibiliza mapas técnico científicos online

Parte do mapa de Vitória com as zonas naturais, ottobacias e comunidades que são especificados. Acesse: biblioteca.incaper.es.gov.br...

por Redação Conexão Safra

em 20/05/2016 às 0h00

3 min de leitura

pube

Em uma iniciativa do Instituto Capixaba de Pesquisa, Assistência Técnica e Extensão Rural (Incaper) 78 mapas, um para cada município do Espírito Santo, estão publicados por meio do acervo digital de sua biblioteca. Trata-se da série “Ambientes Regionais Municipais ” que englobam zonas naturais, bacias hidrográficas e comunidades.

O pesquisador da unidade central de gestão do GEOBASES/Incaper, Leandro Roberto Feitoza, salienta que este tipo acervo, até então não disponível para acesso público online, hoje pode ser acessado por meio do uso termos que viabilizam a indexação à referência bibliográfica. Ao acessar a referência, o usuário também visualiza o mapa técnico cientifico em seu tamanho original, podendo inclusive fazer download ou encaminhar arquivo para empresa especializada fazer impressão.

Nesses mapas, as zonas naturais, num total de nove, são expressas por parâmetros relacionados a temperatura (fria, amena e quente), relevo (acidentada e plana) e suficiência de água (chuvosa, transição chuvosa/seca e seca).

Segundo o Diretor Técnico do Incaper, Lucio Herzog de Muner, tais expressões de ordem ecológica fazem sentido para os usuários da informação, pois elas transmitem uma ideia sobre o ecossistema predominante numa dada comunidade ou bacia hidrográfica em nível detalhado e, por este motivo, estes mapas de Zonas Naturais são muito apreciados por extensionistas e outros gestores comprometidos com o desenvolvimento local.

As camadas referentes às comunidades, segundo informações do Instituto Jones dos Santos Neves (IJSN) – que coordenou este material – é um material que consiste na delimitação dos territórios onde exista um grupo permanente de famílias que mantém relações de vizinhança, laços de solidariedade, afinidades culturais e utilizam os mesmos equipamentos coletivos.

Leandro Feitoza destacou que no caso das bacias hidrográficas, tratam-se de informações muito demandadas para a organização da sociedade em algumas formas de planejamento de ações direcionadas para os que coabitam um mesmo território ou unidade de ordem ecológica. “Essa organização é considerada determinante para uma boa articulação da política estadual de recursos hídricos ”, completou.

Marcelo Suzart de Almeida, Diretor Presidente do Incaper e Secretário Executivo do GEOBASES, destaca entre os muitos exemplos que refletem o impacto positivo deste trabalho de resgate deste tipo de acervo, o caso da atualização da legenda do mapa de reconhecimento de solos do Estado do Espírito Santo finalizado recentemente por uma equipe de Doutores do Instituto Capixaba de Pesquisa, Assistência Técnica e Extensão Rural (Incaper), Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra), Universidade Federal de Viçosa (UFV) e o International Institute for Aerial Space Survey and Earth Sciences (ITC), da Holanda e que hoje, a um “click de mouse ” se encontra disponível para um grande público de interessados que demandam fortemente conhecimentos deste assunto no Estado.

Fonte: Incaper

pube