Geral

Criadores de abelha participam de aula de campo realizada pelo Incaper

1º dia de campo de Abelha Sem Ferrão de Viana

por Redação Conexão Safra

em 02/05/2016 às 0h00

2 min de leitura

pube

O Instituto Capixaba de Pesquisa, Assistência Técnica e Extensão Rural (Incaper) com apoio da Federação Capixaba das Associações de Apicultores (Fecapis), da Secretaria de Agricultura de Viana e da Associação Vienense de Apicultores (Aviapis) realizou o 1º Dia de Campo de Abelha Sem Ferrão de Viana. O local do evento foi a Fazenda Experimental Engenheiro Agrônomo Reginaldo Condi do Incaper e recebeu aproximadamente 40 meliponicultores de diversas regiões do Estado.


Estiveram presentes produtores de mel de Viana, Cachoeiro do Itapemirim, Conceição da Barra, Marechal Floriano, João Neiva, Aracruz, Serra, Jaguaré e Vitória. Eles puderam acompanhar quatro temas principais: diversidade de abelhas sem ferrão no Espírito Santo, apresentado pelo servidor do Incaper Alex Fabian Rabello Teixeira, caixa isca e captura de enxame, explicado pelo meliponicultor Judsmar Barbosa, divisão de enxame, manejo básico e revisão, ministrado pelo meliponicultor João Domingos caniçali, colheita, beneficiamento e degustação de mel, abordado pelo meliponicultor Arno Weiringa.

A proposta do evento surgiu da demanda dos meliponicultores de Viana de atrelar o conhecimento teórico às principais práticas da criação de abelha sem ferrão. Segundo o apicultor João Policarpio, do Assentamento de Jucuruaba, o aperfeiçoamento realizado no local, estimulou a busca por conhecimento nesta área.

O apicultor Gilliardi Volkers Barvosa ressaltou que ficou impressionado com a diversidade de espécies de abelhas sem ferrão existentes no Estado e da importância destas para as plantas nativas.

“O dia de campo foi bastante proveitoso, pois despertou o público para diversos assuntos dentro da meliponicultura, que antes eram inacessíveis. O evento permitiu ao apicultor sanar dúvidas sobre o manejo correto das abelhas sem ferrão, além de trocas de informações e contatos com outros meliponicultores ”, destacou o extensionista do Incaper João Marcos dos Santos Junior.

Segundo o palestrante e servidor do Incaper, Alex Fabian, este dia de campo aconteceu pela primeira vez no Espírito Santo e em consequência dos bons resultados, o Incaper já se prepara para elaborar os próximos.

pube