Cooperativismo

“Manual de Boas Práticas de Governança Cooperativa” é lançado como ferramenta fundamental para o desenvolvimento das cooperativas do Brasil

por Redação Conexão Safra

em 17/02/2016 às 0h00

4 min de leitura

“Manual de Boas Práticas de Governança Cooperativa” é lançado como ferramenta fundamental para o desenvolvimento das cooperativas do Brasil

pube
Na última sexta-feira, 29, a OCB Nacional divulgou para todas as Unidades Estaduais o “Manual de Boas Práticas de Governança Cooperativa ”. Essa nova ferramenta tem como objetivo nortear as cooperativas sobre quais procedimentos adotar para garantir um modelo de direção estratégica que siga, na prática, os valores e princípios cooperativistas e assegure uma gestão profissionalizada e sustentável.

Elaborado por um Grupo Técnico constituído por profissionais do Sistema OCB, representando as cinco regiões do país, o manual aborda conceitos e princípios importantes sobre governança aplicada a sociedades cooperativas e trata de outras questões fundamentais, como o papel de cada agente, além da função dos órgãos de administração e fiscalização. Também são ressaltados os trabalhos e a relevância dos comitês de assessoramento e das auditorias, assim como da ouvidoria e do relacionamento constante e estreito com o cooperado.

O projeto de construção do manual também contou com ampla e valorosa participação de lideranças do setor, entidades parceiras e estudiosos do cooperativismo, por meio de consulta sistêmica, e com recomendações da Fundação Nacional da Qualidade (FNQ) e do Professor Rubens Mazzali. O objetivo é disseminar as boas práticas entre as cooperativas do Sistema, ressaltando a importância de uma direção e de uma gestão cada vez mais profissionalizadas e fiéis à filosofia cooperativista.

Vale ressaltar que o trabalho procurou abranger a diversidade de porte, atividades e segmentos em que estão inseridas as cooperativas brasileiras. Assim, cabe a cada dirigente a avaliação da viabilidade de implementação das práticas, levando em consideração a necessidade da cooperativa, sua capacidade de suportar os custos delas decorrentes e o modelo que se adequa a cada realidade.

É importante observar, ainda, a existência de legislações específicas a determinados ramos, como é o caso das cooperativas de crédito (Lei Complementar 130/2009) e das cooperativas constituídas por trabalhadores (Lei 12.690/2012). A proposta do Manual, contudo, não é diferenciar as cooperativas no que se refere às suas especificidades normativas e, sim, propor boas práticas ligadas ao tema governança.

A gerente geral da Organização das Cooperativas Brasileiras (OCB), Tânia Zanella, afirma que a equipe está muito satisfeita com o resultado deste trabalho. “Ele demandou diversas reuniões, horas de trabalho e muita dedicação de toda a equipe que tomou a elaboração deste Manual, como missão! O objetivo é simples: contribuir para o aprimoramento de todas as esferas cooperativistas (organização estadual, federações, centrais e singulares) bem como com os profissionais (dirigentes, conselheiros, associados, executivos, técnicos e colaboradores) envolvidos na responsabilidade da gestão. É importante frisar que o trabalho procurou abranger a diversidade de porte, atividades e segmentos em que estão inseridas as cooperativas brasileiras. Esperamos que este Manual seja uma bússola no dia-a-dia das cooperativas brasileiras ”, concluiu.

UNIDADE DO ES APROVA E APOIA O MANUAL

Para o gerente de Desenvolvimento Cooperativista do Sistema OCB-SESCOOP/ES, Rayner Santos, com o lançamento deste Manual ganhamos mais um reforço para instruir as cooperativas para o melhor conjunto de práticas de gestão que as levarão à um ambiente sustentável. “O documento trouxe pontos de extrema relevância trazendo clareza para as relações entre todos os níveis organizacionais de um ambiente cooperativo. Com essa publicação orientadora, as cooperativas poderão minimizar eventuais problemas de gestão e aprimorar os regulamentos e processos decisórios ”, disse ele.

Lembrando que a equipe do Sistema está à disposição para esclarecer dúvidas ou para informações complementares.

Acesse o Manual completo abaixo:


Fonte: OCB/ES