pube
Geral

Produtos livres de agrotóxicos são comercializados em nova Feira

por Redação Conexão Safra

em 10/11/2015 às 0h00

4 min de leitura

pube
Todos os sábados, a partir das 07h, na praça da igreja matriz de São Miguel Arcanjo, no Centro.


Texto: Prefeitura de Guaçuí
Foto: Prefeitura de Guaçuí/Luiz Ferreira





Agora todos os sábados, a partir das 07h, na praça da igreja matriz de São Miguel Arcanjo, no Centro, a população de Guaçuí passa a ter acesso a alimentos mais saudáveis. No sábado (07) foi aberta a Feira Agroecológica e Cultural, que além de comercializar produtos livres de agrotóxicos abre espaço para a venda de peças de artesanato e atividades culturais e esportivas.

A iniciativa é da Prefeitura de Guaçuí, por meio das Secretarias da Agricultura, Pecuária e Abastecimento Alimentar e da Cultura, Turismo e Esporte. A ação conta, ainda, com a parceria do Instituto Capixaba de Pesquisa, Assistência Técnica e Extensão Rural (Incaper).

Participaram a prefeita Vera Costa, o presidente da Câmara, vereador Paulinho do Vitalino, o secretário da Agricultura, Pecuária e Abastecimento Alimentar, Wendel Amaral, o chefe do escritório local do Incaper, Maxwel Souza, além dos produtores rurais participantes da feira, e os consumidores que foram conferir os produtos.

A proposta da feira é criar um espaço para comercialização de alimentos livres de agrotóxico, no sistema agroecológico e orgânicos, além de dar destaque ao talento dos artesãos do município que podem expor e vender seu trabalho. Quem passou pela feira encontrou verduras, legumes, frutas, bolos, pães, biscoitos, geleias, licores, além de produtos artesanais como sabonetes, sabão, peças de decoração e utensílios.

Atuam na feira grupos de agricultores familiares beneficiários do projeto “Programa Agroecológico Integrado e Sustentável ” (PAIS) de Guaçuí, grupos de artesãos da Associação Guaçuiense de Produtores de Artesanato (Aguapa), e grupos de artesãos do Centro de Inclusão Sócio Produtiva do município.

No caso dos produtores rurais, o critério para participação na feira é que a produção atenda aos princípios agroecológicos, ou estejam em conversão para o sistema orgânico de produção, conforme legislação federal que estabelece normas para a agricultura orgânica.

A feirante Isabel Barbosa foi a primeira produtora de Guaçuí e da região a ter a certificação de produto orgânico para a produção de morangos. “Acho que a ideia deu certo, é um espaço bom para um produto de qualidade. Eu, por exemplo, estou aqui na feira não só com o morango, mas também com verduras e legumes. Meu morango é 100% orgânico e certificado. É muito gostoso poder oferecer um produto correto e que serve de incentivo para outros produtores que olham e entendem que o cultivo orgânico dá certo ”, afirma Isabel.
O secretário da Agricultura, Pecuária e Abastecimento Alimentar, Wendel Amaral, destacou a importância da participação dos produtores feirantes. “É importante agradecer aos nossos produtores feirantes, que acreditaram e trabalharam muito para realizarmos esta feira. Eles abraçaram a ideia e foram fundamentais ”, disse.

Para a prefeita Vera Costa a feira é oportunidade de renda para as famílias do campo. “É uma novidade que se torna mais uma opção de gerar renda no campo, além de abrir espaço para a venda de uma produção de verduras, legumes e outros produtos cultivados de forma diferenciada. A população está participando e comprando não só os alimentos, mas também as peças de artesanato para decorar e presentear ”, disse a prefeita.

Cultura

A Feira Agroecológica e Cultural é mais uma oportunidade de lazer e cultura para a população. Nesta primeira edição, por meio da Secretaria da Cultura, Turismo e Esporte e do Centro de Inclusão Sócio Produtiva, durante o evento, foram realizadas diversas atividades como Biblioteca Móvel, Oficina de Artesanato, Exposição de Fotografias e Rua de Lazer.

Serviço

Feira Agroecológica e Cultura
Dia: Todos os sábados
Horário: de 07h às 12h
Local: praça da igreja matriz de São Miguel Arcanjo, no Centro.

Fonte: Assessoria de Comunicação da Prefeitura de Guaçuí.

pube