pube
Geral

Governo ES disponibilizará R$ 200 mi à pecuária leiteira

O programa visa potencializar a produção de leite, por meio de ações articuladas que envolvem desde a assistência técnica continuada até a concessão de crédito

por Redação Conexão Safra

em 23/06/2014 às 0h00

5 min de leitura


Dando continuidade aos programas de fomento para incentivar as cadeias produtivas ligadas à agroindústria capixaba, o Governo do Estado, por meio do Banco de Desenvolvimento do Espírito Santo (Bandes), lançou o Programa de Fomento à Pecuária Leiteira do Espírito Santo. O lançamento foi realizado na sede da Selita, em Cachoeiro de Itapemirim.

A iniciativa faz parte do Programa Estadual de Desenvolvimento Sustentável (Proedes) e conta com a colaboração dos seguintes órgãos e instituições estaduais: Seag, Incaper, ACPGL-ES, Embrapa e OCB-ES.

“Nossa destinação de recursos ao aumento da produção e da produtividade têm como focos o desenvolvimento regionalmente equilibrado e a inclusão das pessoas. O agronegócio é fundamental para a geração de oportunidades no interior do Espírito Santo e, aliado aos nossos investimentos em infraestrutura, na comunicação do campo, em rodovias e estradas distritais, e em entregas de equipamentos agrícolas, está mudando a realidade do interior do Estado para melhor, a cada dia ”, destacou o governador Renato Casagrande.

O programa visa potencializar a produção de leite, por meio de ações articuladas que envolvem desde a assistência técnica continuada até a concessão de crédito. A meta é beneficiar 2.500 produtores de leite no Estado, aproximando a agroindústria e o produtor rural de modo a intensificar o processo de difusão de novas técnicas, procurando o aumento da produtividade da propriedade leiteira e à melhor qualidade do leite.

Para o diretor de Crédito e Fomento do Bandes, Carlos Magno de Barros, a ideia é aumentar a competitividade dos negócios capixabas. “A atuação do Bandes, orientada pela política estadual de desenvolvimento expressa no Proedes, tem como linha mestra de suas ações a cooperação com as empresas capixabas para promover a competitividade da economia capixaba, em especial, da agroindústria ”, explica o diretor.

O Bandes alocará no programa R$ 220 milhões para financiar o produtor de leite no período de 2014 a 2018. Com isso, os produtores poderão investir em aquisição de máquinas e equipamentos, formação e melhoria de pastagens e capineiras, reprodutores, inseminação artificial e transferência de embriões, aquisição de softwares necessários à gestão de negócios, adequação da propriedade do ponto de vista ambiental, assistência técnica e consultoria gerencial, entre outros itens.


Vantagens para o pecuarista integrado

pube

– Estímulo à evolução técnica e gerencial do produtor rural.

– Elevação da taxa de retorno.

– Estímulo à recria de bezerras para produtores especializados.

– Acesso a conhecimentos tecnológicos necessários para a construção das instalações e para a operacionalização da atividade.

– Assistência técnica e veterinária durante toda a vigência do programa.

– Treinamento de funcionários vinculados ao produtor integrado.

– Facilidade ao adquirir insumos básicos, em especial os que se refletem ao melhoramento genético, como sêmen, reprodutores, matrizes e outros.


Para a agroindústria

– Maior homogeneidade e qualidade do leite e dos produtos derivados.

– Aumento da capacidade de competição do complexo leiteiro.

– Maior regularidade na oferta de matéria prima para a agroindústria


Condições operacionais

Serão disponibilizadas linhas de financiamento para os pecuaristas, visando atender suas necessidades atuais e expectativas de investimento, nos seguintes moldes:

Prazo: até 10 anos.

Carência: até 36 meses.

Taxa de juros: a partir de 2% ao ano, até o limite de 6% ao ano.

Valor financiado: até R$ 1 milhão, por beneficiário, a cada ano safra.


Governo do ES vai repassar mais resfriadores de leite a produtores da Selita


O Governo do Espírito Santo vai ampliar a estrutura de apoio aos agricultores familiares associados à Cooperativa Selita. Durante o lançamento do Programa de Fomento à Pecuária Leiteira do Espírito Santo, a Secretaria de Estado da Agricultura, Abastecimento, Aquicultura e Pesca (Seag) liberou a ordem de fornecimento para aquisição e repasse de sete tanques resfriadores de leite, que irão atender bovinocultores nos municípios de Muniz Freire e Vargem Alta.

“Esse é um incentivo fundamental para inserir e viabilizar a permanência dos pequenos produtores no mercado e promover a melhoria da qualidade do leite comercializado. Dentro do programa de fortalecimento da pecuária bovina repassamos os tanques em regime de comodato aos produtores que estejam reunidos em associações ou núcleos, cooperativas, sindicatos e às prefeituras ”, destaca o secretário de Estado da Agricultura, Enio Bergoli.

Nesta aquisição dos sete tanques, que possuem capacidade variando de 1000 litros a 2000 litros, a Seag vai investir cerca de R$ 60,5 mil e os equipamentos deverão estar instalados nas comunidades em até 60 dias.

Em Muniz Freire, os resfriadores serão instalados nas comunidades de Córrego Rico, Córrego União, Sossego, Guaribu e São Simão e no município de Vargem Alta, nas comunidades de Poço Dantas e Cachoeirinha.

Além destes sete resfriadores, ao longo dos últimos anos, a Seag repassou outros 40 para atender e estimular o desenvolvimento dos produtores familiares cooperados da Selita.


Fonte: Seag

pube