pube
Geral

Oficinas do cores da terra são realizadas em Castelo

por Redação Conexão Safra

em 04/03/2016 às 0h00

2 min de leitura

pube

Duas oficinas do projeto Cores da Terra foram realizadas no município de Castelo, Região Sul do Estado pelo Instituto Capixaba de Pesquisa, Assistência Técnica e Extensão Rural (Incaper). A primeira aconteceu na Escola Família Agrícola (Efa) e contou com aproximadamente 30 alunos.

Nessa etapa foram abordados os aspectos teóricos e orientações sobre qualidade e coleta da terra utilizada para a produção da tinta. Já a segunda etapa acontecerá no dia 31 de março, e vai abordar a elaboração e aplicação da tinha em parede e em artesanatos. Uma parte da escola será pintada com as tintas que os próprios alunos irão produzir.

Artesanato

A segunda oficina foi realizada no Casarão da Fazenda do Centro, um prédio histórico que foi restaurado e é administrado pelo Instituto Frei Manoel Simon, que foi parceiro na realização da oficina juntamente com a mobilização e organização da extensionista do Incaper, Cristiana Barbosa. Os participantes acompanharam uma palestra técnica sobre a fabricação das tintas. Logo após, eles colocaram em prática os ensinamentos e pintaram a parede de uma casa que fica nas proximidades da fazenda, além de produzirem pequenos quadros utilizando as tintas extraídas da terra.

“Durante as oficinas, apresentamos aos alunos e aos artesãos que o trabalho com tintas consiste na mistura de terra, água e cola. A técnica aplicada é fácil e não causa nenhum tipo de dano ao meio ambiente, além de ser prazerosamente surpreendente. Essas pessoas serão, sem dúvida, multiplicadoras do projeto Cores da Terra ”, disse a extensionista do Incaper, Rita de Cássia Zanúncio.

Projeto Cores da Terra
O projeto Cores da Terra teve início em 2007, por meio de uma parceria entre o Incaper e a Universidade Federal de Viçosa (UFV), onde já eram desenvolvidos estudos similares. Em 2009, o Instituto foi o grande vencedor, na Região Sudeste, do Prêmio Finep de Inovação, na categoria “Tecnologia Social’, com o Cores da Terra. O prêmio, promovido pelo Ministério de Ciência e Tecnologia (MCT), é o principal do setor no Brasil, se configurando como um importante instrumento para premiar iniciativas inovadoras desenvolvidas em território nacional.

Fonte: Incaper

pube