pube
Geral

Governo do Estado vai pavimentar 476 km de estradas rurais

O Governo do Espírito Santo iniciou nesta terça-feira (08)

por Redação Conexão Safra

em 08/10/2013 às 0h00

8 min de leitura





O Governo do Espírito Santo iniciou nesta terça-feira (08) os procedimentos necessários para contratar empresas especializadas para pavimentar 17 trechos de estradas rurais e elaborar 31 projetos para futuras pavimentações. Os trabalhos serão realizados pela Secretaria de Estado da Agricultura, Abastecimento, Aquicultura e Pesca (Seag), dentro do Programa Caminhos do Campo.

Os municípios, e localidades, que serão beneficiados foram divulgados em um encontro que reuniu cerca de dois mil participantes no Parque de Exposições de Carapina, na Serra, com destaque para a presença de 43 prefeitos, 17 vice-prefeitos, dois deputados federais, 16 deputados estaduais, secretários de Estado, dirigentes de instituições públicas, vereadores, gestores municipais, lideranças regionais e diversas autoridades.

“”Estamos tornando realidade aquilo que planejamos, com um modelo de gestão equilibrado, uma equipe dedicada e comprometida, e com excelentes parceiros que encontramos nos prefeitos municipais, em uma Assembleia atuante e numa bancada federal comprometida. E não é possível fazer tudo de uma vez, mas nunca foi feito tanto no Espírito Santo. Nosso investimento é histórico e seguiremos fazendo este trabalho diferenciado, fazendo chegar ao interior e às comunidades mais distantes os programas, obras e projetos do Governo””, afirmou o governador Renato Casagrande.


pube

Robustez

“Esta é a quarta versão do Programa Caminhos do Campo, que vai fazer obras robustas para melhorar a trafegabilidade das estradas rurais e melhorar o ir e vir das pessoas que moram no campo. Esse investimento faz parte do maior programa de infraestrutura voltado para o interior realizado na história capixaba. Além da pavimentação de estradas rurais, estamos melhorando a oferta de energia elétrica com a substituição das redes monofásicas por trifásicas e levando sinais de telefonia móvel e Internet 3G para as comunidades rurais. Vamos seguir também reforçando as estruturas municipais com o repasse de máquinas, veículos e diversos equipamentos em benefício dos agricultores familiares ”, destaca o secretário de Estado da Agricultura, Enio Bergoli.

Somando as 17 obras e os 31 projetos, a Seag vai investir cerca de R$ 120 milhões que vão proporcionar 476 quilômetros a menos de lama e poeira nas estradas no interior capixaba. Os benefícios vão contemplar 43 municípios, principalmente aqueles que possuem maior concentração de agricultura familiar e relevo mais acidentado, onde em períodos de chuvas o trânsito de pessoas e o transporte da produção agropecuária e de mercadorias ficam comprometidos.

“”Agradeço, em nome de todos os prefeitos aqui presentes, as obras que o Governo do Espírito Santo anuncia no evento de hoje que irão levar mais qualidade de vida para as pessoas das áreas rurais, por meio do Programa Caminhos do Campo. Assim, o Governo cumpre uma premissa da Amunes, que é a descentralização do desenvolvimento, levando investimentos em infraestrutura para diversos municípios do interior capixaba””, destaca o presidente da Associação dos Municípios do Espírito Santo (Amunes) e prefeito de Venda Nova do Imigrante, Dalton Perim.

Municípios beneficiados

Afonso Cláudio, Águia Branca, Alfredo Chaves, Apiacá, Aracruz, Baixo Guandu, Barra de São Francisco, Bom Jesus do Norte, Brejetuba, Cachoeiro de Itapemirim, Conceição da Barra, Castelo, Colatina, Divino de São Lourenço, Domingos Martins, Ecoporanga, Fundão, Ibatiba, Ibiraçu, Ibitirama, Iconha, Irupi, Iúna, Jaguaré, Jeronimo Monteiro, João Neiva, Mantenópolis, Marataízes, Marechal Floriano, Marilândia, Mimoso do Sul, Montanha, Muqui, Nova Venécia, Pedro Canário, Piúma, Rio Novo do Sul, Santa Teresa, São Gabriel da Palha, São Mateus, Serra, Vargem Alta, Venda Nova do Imigrante.

Programa Caminhos do Campo

Somente nos últimos três anos, dentro do ‘Caminhos do Campo’, foram pavimentados 133 km de estradas rurais em 18 municípios capixabas. Atualmente estão em andamento obras para a pavimentação de mais 164,5 km de estradas rurais em 16 municípios. Os recursos aplicados nestes investimentos ultrapassam R$ 147 milhões.

Ao todo, desde o início do programa, em 2004, foram 105 trechos de estradas pavimentadas em 52 municípios capixabas, totalizando 746 km, com investimentos na ordem de R$ 251.7 milhões.

Estado com vocação agropecuária, em 80% dos municípios do Espírito Santo o setor é a principal motor da economia. Pavimentadas, as estradas rurais facilitam o escoamento da produção agrícola, reduzindo custos e as perdas, principalmente em produtos perecíveis. Outro benefício é registrado ainda com a geração de novos negócios e o fortalecimento de agroturismo, setor que gera milhares de empregos diretos e uma renda adicional para os produtores rurais, principalmente os de base familiar.

Lista de obras a serem licitadas

1. Afonso Cláudio (ES 264 – Comunidade de Pontões: 2,69km)
2. Águia Branca (ES 080 – Distrito de Águas Claras: 10,5km)
3. Barra de São Francisco (ES 381 – Vargem Alegre: 10,77km)
4. Cachoeiro de Itapemirim (Rodovia do Frade – Santa Izabel (Alto da Gruta) – ES 485: 12,54km)
5. Iconha (Entroncamento ES 375(Duas Barras) – Inhaúma- entroncamento Monte alegre (Rio Novo): 7,98)
6. João Neiva (Barra do Triunfo – Demétrio Ribeiro: 8,26km)
7. Mantenópolis (ES 164 – Distrito de Córrego Alto São José II: 10,52km)
8. Marechal Floriano (Comunidade de Santa Maria – Comunidade de São Cristovão: 3,45km)
9. Marilândia (Distrito de Sapucaia – Patrimônio do Rádio: 2,24km)
10. Mimoso do Sul (Entroncamento (Mimoso do Sul – São Pedro de Itabapoana) – Santo Antônio do Muqui – Conceição do Muqui: 13,06km)
11. Montanha (Sede – São Cristovão (1 Etapa): 5,31km)
12. Muqui (Entroncamento BR 393- São Luís – Verdade – Formoso: 6,26km)
13. Pedro Canário (ES 209 – Floresta do Sul: 9,67km)
14. São Mateus (ES-381 a Santa Leocádia – Km23) , (ES-381 a Santo Antônio – Km 28), (ES-381 a Bom Jesus – Km 35) , (ES-381 a Vale da Vitória – Km 41): 8,28km)
15. São Mateus/Conceição da Barra (Ent. Rod. Othovarino Duarte Santos (ES 423) – Divisa São Mateus – Conc. Da Barra – Rio São Mateus: 16,93km)
16. Vargem Alta (Boa Esperança -(Divisa Vargem Alta / Rio Novo do Sul) – Virginia Nova: 6,14km)
17. Vargem Alta (Entroncamento (Rodovia Rio Novo do Sul – Belém) – Estação de Soturno – Entroncamento ES 164: 8,92)
TOTAL 143,52 km

Lista de projetos a serem licitados

1. Alfredo Chaves/Rio Novo do Sul (São Marcos (ES 146) – Ibitiruí): 8km) / (Entroncamento de S. J. De Crubixá com Ibitiruí – Princesa: 18km)
2. Apiacá (Santa Fé – Bonsucesso (2ª etapa): 5,2km)
3. Aracruz (Jacupemba – Rio Francês: 11,5km)
4. Aracruz/Ibiraçu (Picuã – ES 124 (Grapoama): 3,9km)
5. Baixo Guandu (Entroncamento ES 446 – Rampa do Monjolo: 8,12km)
6. Bom Jesus/Apiacá (Três Porteiras – Assentamento Santa Rita – Batatal: 13km)
7. Brejetuba (Sede – São Jorge: 27km)
8. Cachoeiro de Itapemirim (BR 482 – Tijuca: 4,5km)
9. Castelo (Entroncamento ES 475 – Rampa do Ubá: 5,7km)
10. Castelo (Entroncamento ES 166 (Limoeiro) – Santa Terezinha: 12,5km)
11. Colatina (Acampamento – Itapina: 14,7km)
12. Divino de São Lourenço (Sede – Limo Verde: 10km)
13. Ecoporanga (Joaçuba – Itapeba (ES 313): 13,8km)
14. Fundão (BR 101 (Km 228) – Entroncamento da ES 261 (Piranema – Faz. Boa Vista): 11,5km)
15. Ibatiba (Sede – Naturfert (2,30 KM) – Córrego Rodrigues: 4,5km)
16. Ibiraçu (Pendanga – Piabas – Palmeiras: 15,65km)
17. Ibitirama (Pedra Roxa – São José – Acesso a Santa Clara: 8km)
18. Irupi (Santa Clara – Entroncamento BR 262: 13,5km)
19. Iúna (Entroncamento BR-262 (Pequiá) – São José das três pontes – São José do príncipe – Rio Claro: 16,2km)
20. Jaguaré (Sede – Japira: 6,06km)
21. Jeronimo Monteiro (Sede – Gironda: 15km)
22. Marataízes (Brejo dos Patos – Entroncamento ES 060 : 8km)
23. Nova Venécia (Centro de recuperação de Dependentes Químicos / Frei Honório – Santo Isidoro: 3km)
24. Piúma (Sede (Ponte de Itaputanga) – São João – Itinga: 17km)
25. Santa Teresa (Várzea Alegre – São Paulinho do Rio Perdido: 4,8km)
26. São Gabriel da Palha (Sede – Patrimônio de São José: 12,3km)
27. Serra (Acesso a Pitanga (2ª Etapa): 2km)
28. Serra (Entroncamento BR 101 (Muribeca) – Aruaba: 13,5km)
29. Venda Nova do Imigrante/Castelo (Caxixe – Forno Grande (2ª Etapa): 2,7km)
30. Venda Nova do Imigrante (Fazenda Pindobas – Bela Aurora – São José do Alto Viçosa): 8,5km
31. Venda Nova do Imigrante/Domingos Martins/Vargem Alta/Castelo (Entroncamento ES 164 (São Paulino do Aracê) – Braço Sul – Acesso ao Parque Estadual do Forno Grande: 14,5km)
Total: 332,63km

pube