pube
Geral

Estudantes de Agronomia da Bahia visitam propriedades em Mucurici e Montanha

por Redação Conexão Safra

em 30/05/2016 às 0h00

3 min de leitura

pube

Com o apoio do Instituto Capixaba de Pesquisa, Assistência Técnica e Extensão Rural (Incaper), estudantes do curso de Engenharia Agronômica da Universidade Estadual de Santa Cruz (UESC), localizada no município de Ilhéus, na Bahia, visitaram propriedades nos municípios de Mucurici e Montanha. Os estudantes do 7°, 8° e 9° períodos que cursam as disciplinas de irrigação, fitopatologia e cultivo de frutíferas puderam visitar um confinamento em Mucurici, assistir à uma palestra sobre crédito rural e visitaram uma propriedade familiar em Montanha.

A viagem foi uma iniciativa dos professores da universidade, Adriana Ramos, Arlete Silveira e Rafael Barbosa, com o intuito de apresentar aos alunos novas tecnologias de produção animal e vegetal, conhecimento técnico e prático, culturas que não são cultivadas e nem estudadas pela universidade, que são as principais culturas agrícolas da região norte capixaba, além de noções sobre crédito rural e documentação rural.

Os alunos puderam visitar o confinamento da Fazenda Paraíso, que tem cerca de sete mil animais destinados ao abate e comercialização para os mercados da União Europeia, Oriente Médio, Rússia e América Latina. Acompanhados pelo zootecnista Saulo e o agrônomo Flávio (da fazenda) eles puderam conhecer a estrutura produtiva da propriedade.

Na parte zootécnica, os estudantes conheceram sobre o método de confinamento utilizado, alimentação dos animais, tempo médio de confinamento, mercado consumidor e sobre a estrutura necessária ao confinamento. Na parte agronômica foi realizada uma visita na área de um dos pivôs centrais, onde é feito o plantio do milho utilizado na alimentação animal. Manejo da irrigação, pragas e doenças das plantas, adubação orgânica e mineral e o plantio que utiliza a agricultura de precisão, também fizeram parte das explicações que os alunos acompanharam.

A visita em Montanha contemplou experiências vivenciadas na propriedade dos irmãos Alan Jhones e Alcimedes. No local os alunos tiveram explicação sobre o funcionamento dos sistemas de irrigação por gotejamento e microaspersão. Também fez parte dos aprendizados, um pouco mais sobre os materiais usados, os diversos tipos de gotejadores, manejo da irrigação utilizando tensiômetros e qualidade da água.

Na oportunidade, os alunos conheceram sobre algumas culturas da propriedade, como a pimenta-do-reino que foi uma novidade para todos, já que ninguém conhecia o sistema de cultivo, o café conilon e o mamão. Eles conheceram os principais problemas relacionados à fitossanidade destas culturas e sobre os problemas de produção relacionados, principalmente, à falta de água.

Por fim, o engenheiro agrônomo do Incaper de Ponto Belo, Adriano Spínola, apresentou o plano agrícola e pecuário nacional 2016/2017, noções sobre mercados institucionais que envolvem o Programa de Aquisição de Alimentos(PAA) e o Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE), algumas linhas de crédito do Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf) e o Programa Nacional de Apoio ao Médio Produtor Rural (Pronamp).

O chefe local e extensionista do Incaper (Mucurici), Felipe Lopes Neves, salientou que, essa foi uma oportunidade para os alunos se inteirarem sobre documentação rural. “O assunto que é desconhecido de grande parte dos profissionais que se formam e sobre a elaboração de projetos de crédito rural que é uma alternativa de mercado de trabalho para agrônomos e técnicos agrícolas ”, completou.

Fonte: Incaper

pube