pube
Pesquisa

Sebrae/ES vai financiar programa de iniciação científica

Ao todo serão 60 projetos selecionados, com bolsas de R$ 700 para o desenvolvimento das MPEs

por Assessoria de Imprensa do Sebrae/ES

em 04/08/2022 às 8h52

3 min de leitura

Sebrae/ES vai financiar programa de iniciação científica

Foto: divulgação

Uma parceria entre o Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas do Espírito Santo (Sebrae/ES) e a Universidade Federal do Espírito Santo (Ufes) vai permitir o financiamento de bolsas de iniciação científica para estudantes que desejam atuar na área do desenvolvimento de micro e pequenas empresas (MPE) capixabas e/ou na melhoria dos processos internos do Sebrae/ES voltados para o atendimento do público externo. A assinatura do acordo de parceria aconteceu nesta terça-feira (02), na Reitoria da Ufes, e o Programa de Iniciação Científica entra em atividade em setembro deste ano.

Ao todo, serão financiados até 60 projetos, escolhidos com base na capacidade técnica de contribuir com a MPEs, inovar na economia capixaba e de apoiar segmentos prioritários para o Sebrae/ES como o café, a pecuária leiteira, o turismo, o setor petróleo e gás e outras atividades econômicas.

pube

As bolsas terão o valor de R$ 700 reais e serão pagas aos alunos por 12 meses. Durante este período, toda atividade será supervisionada por um professor da universidade. A escolha dos projetos será feita pelo Sebrae/ES.

Estamos juntos com a Ufes nesse processo tão importante que é estimular a produção de pesquisas na Universidade e incentivar os alunos a trabalharem projetos de inovação para o empreendedorismo. Esta é a primeira vez que, efetivamente, o Sebrae/ES atua neste sentido e queremos trazer esses docentes para este trabalho de iniciação científica e inserí-los de fato no universo do empreendedorismo”, destaca o superintendente do Sebrae/ES Pedro Rigo.

A iniciativa de parceria com o Sebrae/ES é pioneira no estado e marca, para o reitor da Ufes, Paulo Sergio de Paula Vargas, uma reaproximação com a sociedade civil organizada.

Esse é um movimento de parceria estratégico e importante para a universidade que busca por essa interlocução mais franca, mais aberta com diversas entidades e sociedade civil organizada, sobretudo como setor empresarial, onde o Sebrae/ES tem uma importância muito grande, principalmente quando a gente busca ampliar a nossa participação de forma mais efetiva na discussão de soluções para toda sociedade e em toda essa questão que se coloca no contexto da inovação, que é uma política que a gente quer desenvolver na Universidade. Temos consciência de que não faremos isso de forma isolada, é preciso contar com parceiros”, ressalta o reitor da Ufes.

A expectativa é que além dos projetos desenvolvidos para atender as demandas do empreendedorismo capixaba, os alunos participantes do programa saiam capacitados para o mercado produtivo.