pube
Concurso de qualidade

Café produzido no Estivado vence 1º Concurso de Café Conilon de Jaguaré

por Assessoria de Imprensa

em 04/07/2022 às 11h18

2 min de leitura

Café produzido no Estivado vence 1º Concurso de Café Conilon de Jaguaré

Foto: divulgação PMJ

O ganhador do 1º Concurso de Café Conilon de Jaguaré foi conhecido neste sábado, 03, durante o terceiro dia da 29ª Festa do Produtor Rural, realizada no Parque de Exposições Alpheu Sossai. O grande vencedor foi o produtor Amarildo Antônio Siqueira, do Estivado, com a nota 82,50. “Estou muito emocionado. Todos que participaram estão de parabéns, pois foi uma dedicação que todos tivemos. Agradeço à organização e à Prefeitura por nos proporcionar este momento importante para o município. Estou tão feliz que nem vou dormir hoje”, comemorou Amarildo.

O segundo lugar foi para o produtor Adilson Regini, do Girau, com a nota 81,87 e a terceira posição ficou com Valdecir Merlo, do Caximbau, que teve nota 80,62. Na sequência vieram os produtores Fábio Nicolau de Souza, com 80,60 e José Maria Casagrande com 80,50. A cerimônia de premiação aconteceu no último sábado (02), durante a Feira do Produtor Rural no Parque de Exposição Alpheu Sossai.

pube

 

Participação surpreendeu

Em sua primeira edição, o Concurso de Café Conilon de Jaguaré – que tem o objetivo de incentivar a produção de grãos com mais qualidade, teve 46 participantes que entregaram suas amostras aos organizadores, que surpreendeu aos realizadores do concurso. “Superou as nossas expectativas e a quantidade de amostras entregues à nossa equipe foi surpreendente. Estamos muito felizes com essa aceitação por parte dos agricultores e com a bonita festa que tivemos aqui na premiação. Queremos ressaltar que todos os participantes estão de parabéns”, afirmou Jarbas Nicoli, presidente do Sindicato Rural de Jaguaré.

 

Premiação

Como vencedor do concurso, Amarildo Antônio Siqueira recebeu troféu e o prêmio de R$ 7.000,00. Já o 2º colocado recebeu R$ 5.000,00, o 3º lugar foi contemplado com R$ 4.000,00, o 4º com R$ 2.500,00 e o 5º recebeu R$ 1.500,00. O concurso tem como objetivo incentivar práticas mais eficientes na produção de café de qualidade. As amostras foram classificadas quanto ao tipo, cor, aspecto, umidade, defeitos e à qualidade de bebida, de acordo o protocolo CQI/UCDA – que atesta a qualidade do produto. A degustação das amostras de café, foi realizada na Unidade de Referência em Qualidade de Café, do Instituto Capixaba de Pesquisa, Assistência Técnica e Extensão Rural (Incaper).