pube
Cafés especiais

Linhares lança linha de cafés especiais produzidos no município

São cinco rótulos, nas versões grão e torrado/moído, que serão comercializados em cafeterias e consumidor final

por Assessoria de Comunicação Prefeitura de Linhares

em 26/07/2022 às 10h55

5 min de leitura

Linhares lança linha de cafés especiais produzidos no município

Fotos: Secom/Kevin Fracalossi.

Investir na melhoria da qualidade do café tem proporcionado bons resultados para os cafeicultores de Linhares e despertado o interesse do mercado para os grãos especiais. Tanto que no próximo dia 29 de julho, sexta-feira, a Prefeitura de Linhares, por meio da secretaria de Agricultura, vai abraçar o lançamento de uma linha de cinco cafés especiais, fruto das ações do programa municipal Linhares Coffee.

A série de cinco rótulos que será colocada à venda em dois formatos, em grãos para cafeterias, e torrado/moído para o consumidor final, vai ser lançada em dois momentos: às 14h30min na Cafeteria Agnos, no bairro Três Barras, restrita a especialistas do setor, e às 17h30min, no Supermercado Oriundi, que será aberto ao público. As marcas que serão pioneiras em cafés especiais no município são: Café Especial Duda Coffee, Peruchi Coffee, Café Pai e Filho, Café Recanto do Conilon e Café Sítio Lagoa Terra Alta.

Todos os grãos de alta qualidade nasceram de uma iniciativa inédita da Prefeitura de Linhares. São os terreiros suspensos que estão localizados em três propriedades do distrito de São Rafael, uma Córrego Doutor Jones, e outra da localidade de Baixo Quartel. Aliado aos terreiros suspensos está uma série de ações técnicas realizadas nos últimos anos despertando para as oportunidades do setor e qualificando para alcançá-las, além do concurso municipal de qualidade do café, que conseguiu agregar valor aos grãos produzidos em Linhares, hoje um dos maiores produtores de Conilon do Brasil.

pube

De acordo com o secretário municipal de Agricultura, Franco Fiorot, os cafés especiais nasceram de várias iniciativas da gestão com base em treinamentos aos produtores, o concurso municipal de qualidade do café, e, mais recentemente da implantação dos terreiros suspensos. Além disto, de acordo com Franco, o lançamento dos cafés é uma forma de reconhecer o trabalho dos produtores, divulgar os grãos especiais produzidos em Linhares e promover negócios. Segundo ele, o Plano Agro desenvolve um amplo trabalho cotidiano junto aos produtores, com o objetivo de levar ao cafeicultor as melhores práticas de produção e ampliar a qualidade do café.

“O lançamento dos cafés especiais é importante para valorizar a cafeicultura e, principalmente, os produtores. Através do concurso, por exemplo, selecionamos os melhores grãos, tornando o certame uma oportunidade ímpar para o produtor mostrar a qualidade do café para o mercado, que vem demandando cada vez mais produtos diferenciados. O valor de mercado dos cafés especiais é acessível e justo pela qualidade diferenciada. Isso é a valorização dos produtos, que já acontece com as amêndoas de cacau produzidas em Linhares, reconhecidas mundialmente”, afirma Franco.

Valorização estimula investimentos

A cafeicultora do distrito de São Rafael, Andreia de Souza Duda, integra o grupo de produtores que aposta nos cafés especiais para ganhar o mercado consumidor.

 

A cafeicultora do distrito de São Rafael, Andreia de Souza Duda, integra o grupo de produtores que aposta nos cafés especiais para ganhar o mercado consumidor. Ela abraçou a iniciativa da secretaria municipal de Agricultura ao implantar em sua propriedade um terreiro suspenso. Para o próximo ano, a produtora pretende adquirir novo terreiro para aumentar a escala de produção.

Sempre tivemos o desejo de produzir esses cafés, e fomos incentivados pela Prefeitura, através do Programa Linhares Coffee. Aderimos ao programa, ganhamos o terreiro suspenso, produzimos o café e está dando super certo. Apesar de ainda estarmos engatinhando no mercado, a saída está sendo boa. É o primeiro ano e a experiência está sendo ótima, pois é bastante prazeroso saber que estamos produzindo algo de extrema qualidade. Dá trabalho? Dá, mas é satisfatório demais”, diz Andreia.

Ela explica que chegar a esse nível de qualidade não foi tarefa fácil, e que o incentivo e a assistência técnica oferecidos pela secretaria municipal de Agricultura, em parceria com o Incaper, fizeram a diferença para se chegar ao alto nível de qualidade atual.

O trabalho dos produtores, com apoio da Prefeitura, foi fundamental para esse salto de qualidade, por meio de cursos e treinamentos que oferecem conhecimento técnico e prático para o manejo e o trato das culturas, a colheita e o beneficiamento. Com esse trabalho de base e a dedicação dos produtores, o café linharense tem tudo para ganhar ainda mais espaço no mercado estadual e nacional”, explica a cafeicultora.

Para o prefeito de Linhares, Bruno Marianelli, a proposta é valorizar a origem do que é consumido, abrangendo toda a cadeia produtiva. “Ao valorizar o concurso com a chancela da secretaria municipal de Agricultura, aproximamos os cafés produzidos em Linhares do mercado consumidor, do ponto de venda, o que cria uma demanda por cafés diferenciados. Também serve de exemplo para que outros cafeicultores passem a valorizar a melhoria da qualidade do que produzem”, disse.