pube
Cafeicultura

Aberta oficialmente a colheita do Conilon no Espírito Santo

por Assessoria de Comunicação do Incaper

em 16/05/2022 às 10h49

5 min de leitura

Aberta oficialmente a colheita do Conilon no Espírito Santo

Foto: Cláudio Costa/Seag

O evento que marcou o “15º Início da Colheita do Café Conilon” foi realizado na última sexta-feira (13), em Vila Valério, pelo Instituto Capixaba de Pesquisa, Assistência Técnica e Extensão Rural (Incaper) e pela prefeitura municipal. Na ocasião, também aconteceu o Dia de Campo “XIV Noroeste Café”, que contou com estações ministradas por pesquisadores do Incaper.

O início da colheita do café é marcado pelo evento, que tem o objetivo de estimular o produtor a colher o café no momento mais adequado, quando cerca de 80% dos frutos estão maduros, o que eleva o rendimento e garante mais qualidade aos grãos. A data de 14 de maio foi instituída por Lei Estadual para marcar o Dia do Início da Colheita do Café Conilon.

O mês de maio é o mais indicado para dar início à colheita do café. A época é ideal, pois permite que o café chegue ao ponto de maturação e resulte em melhor rendimento, produtividade e qualidade superior. Neste ano, a expectativa da safra do café conilon é de 11,6 milhões de sacas de café, de acordo com a Companhia Nacional de Abastecimento (Conab).

pube

O evento foi realizado na propriedade do cafeicultor Donaldson Izoton e contou com a participação do secretário de Estado da Agricultura, Abastecimento, Aquicultura e Pesca, Mario Louzada; do diretor-presidente do Incaper, Lázaro Raslan; da diretora técnica do Incaper, Sheila Posse; do secretário de Agricultura, Meio Ambiente e Desenvolvimento Econômico, Wender Muller; do ex diretor-presidente do Incaper, Antônio Machado; e de deputados (as) estaduais e federal.

Devido à pandemia do novo Coronavírus (Covid-19), o evento presencial do início da colheita foi suspenso em 2020. Neste ano de 2022, o evento está sendo retomado após dois anos consecutivos sem a participação do público. Participaram do evento cerca de 150 pessoas, entre cafeicultores, técnicos e autoridades. O “XV Início da Colheita do Café Conilon” também contou com uma palestra técnica sobre qualidade na produção do café conilon.

O Incaper realiza o evento para marcar o início da colheita do café, com o objetivo de frisar para o produtor a importância de iniciar a colheita no tempo certo. Colher o café na hora correta garante o peso ideal do fruto e, consequentemente, um maior ganho financeiro. Nossos técnicos em todos os municípios do Espírito Santo trabalharam com o cafeicultor para termos bons resultados nesta safra e continuaremos à disposição para auxiliar o produtor no que for necessário”, destacou o diretor-presidente do Incaper, Lázaro Raslan.

“A colheita do café é um dos momentos mais importantes para a agricultura capixaba e um bom café é aquele produzido com qualidade, desde o plantio até o armazenamento, sempre com a utilização de técnicas adequadas e recomendadas pelo Incaper. O Espírito Santo é o 2º maior produtor brasileiro de café, com expressiva produção de arábica e conilon. Precisamos continuar sendo exemplo de qualidade para o mundo”, ressaltou o secretário Mario Louzada.

A safra agrícola de 2022 para café conilon ocorreu muito bem. As chuvas voltaram um pouco acima da média do normal para a região produtora. O produtor tem cuidado bem da lavoura, feito tratos culturais e os manejos corretos”, frisou o coordenador de Cafeicultura do Incaper, Abraão Carlos Verdin.

Os produtores de conilon do Espírito Santo se encontram em um momento oportuno para uma boa colheita. Devemos ter cafés com grãos graúdos devido às chuvas e também com grãos pesados, o que reflete em bons preços. Tivemos muitos avanços na pesquisa e na extensão do Incaper. Vimos que o produtor tem usado nossas tecnologias. Sempre buscamos nos aprimorar, aprender e trabalhar cada vez mais de forma sustentável em prol da nossa agricultura e da nossa cafeicultura capixaba”, salientou Verdin.

Dia de Campo “14º Noroeste Café”

A programação do evento que marcou o “XV Início da Colheita do Café Conilon” contou com o Dia de Campo “XIV Noroeste Café”. Foram realizadas três estações com as temáticas de “Densidade de plantas e espaçamento para o café conilon”; “Variedades de café conilon para o Espírito Santo”; e “Manejo da cochonilha da roseta no café conilon”. Todos esses temas foram abordados por pesquisadores do Incaper.

Um dos principais entraves que tivemos nesta safra do café conilon foi a cochonilha da roseta, que derrubou alguns grãos de café. Também tivemos um problema no período da florada do café, com a ocorrência de frio na lavoura, que resultou em perdas. Por isso, resolvemos abordar alguns desses problemas na programação do dia de campo, com o objetivo de disseminar técnica e conhecimento”, explicou o coordenador de cafeicultura.

Verdin destacou ainda que, apesar dos entraves, o Espírito Santo nos últimos anos está em uma crescente evolução na produção e na qualidade dos cafés. “Vale lembrar que fomos campeões da Semana Internacional do Café. Neste ano, possivelmente, vamos bater um novo recorde de produção do conilon, sendo superior à safra de 2021”, complementou.