pube
Cacauicultura

Cacau de Linhares é finalista do Concurso Nacional de Cacau Especial do Brasil

Os vencedores serão revelados no dia 22 de novembro, durante a cerimônia de premiação que acontecerá em Ilhéus, na Bahia

por Assessoria de Imprensa

em 07/10/2021 às 15h24

2 min de leitura

Os linharenses Emir de Macedo G. Filho e Fernando Rigo Buffon estão entre os dez finalistas do 3º Concurso Nacional de Cacau Especial do Brasil – Sustentabilidade e Qualidade, na Categoria Varietal, aquela que os fatores determinantes para a escolha são o aroma e o sabor. Os cacauicultores estão representando o Espírito Santo no concurso em que os vencedores serão revelados no dia 22 de novembro, durante a cerimônia de premiação que acontecerá em Ilhéus, na Bahia.

Agora, conforme informações do Centro de Inovação do Cacau (CIC), as amostras classificadas passarão por análise sensorial do líquor pelo júri técnico e pela análise dos chocolates por um júri de convidados composto por chefs renomados, jornalistas, empresários do setor, dentre outros. Ainda nesta última fase os finalistas serão submetidos a uma auditoria para verificação das informações declaradas que resultará numa nota de sustentabilidade que também compõe a nota final da amostra.

pube

Um dos finalistas é o produtor Emir de Macedo Gomes Filho. “Esse título seria para mim a consagração de um trabalho feito com muita dedicação”, disse Emir.

O linharense Fernando Rigo Buffon também representa o Espírito Santo na final do concurso. “Eu participo de todos os concursos possíveis, por ser uma oportunidade de expor a qualidade do nosso produto, resultado de muito estudo, comprometimento”, destacou Fernando.

O prefeito de Linhares, Guerino Zanon, destacou que a cultura do cacau é extremamente importante para economia e remonta mais de 100 anos desde a sua introdução na cidade, parabenizando a participação dos produtores que já é uma grande conquista.

“Saber que o cacau de Linhares está mais uma vez representando o Espírito Santo em um concurso nacional me deixa muito feliz. Os resultados alcançados pelo Emir e pelo Fernando, e por tantos outros produtores que se dedicam à essa cultura, é reflexo de um trabalho árduo e empenho para melhorar as práticas de produção do fruto. Desde o início, a Prefeitura tem focado no fomento e resgate de uma cultura que faz parte da história da cidade e que se fortalecerá cada vez mais”, frisou Zanon.

pube