Agroindústria familiar usa criatividade para driblar falta de embalagens gerada pela pandemia

em 30/08/2021 às 11h45

A pandemia foi, e é, um tempo de desafios. Sem citar o lado mais aterrador do período, quando tantas vidas se foram de uma forma que ainda estamos tentando explicar, e tantas pessoas ficaram doentes, tivemos de lidar com outros problema para tentar manter o mínimo de normalidade. Muitos negócios fecharam as portas, muitas pessoas perderam os empregos, tivemos momentos em que não sabíamos como seria o futuro.

Um dos problemas enfrentados pelo agronegócio foi a falta de embalagens para envazar a produção. No Brasil, as indústrias em geral tiveram dificuldade em comprar o papelão, o plástico e o vidro em 2020, fato que se estendeu por 2021. E quem comprou, pagou mais caro. Se as grandes indústrias tiveram problemas, imagine os pequenos compradores, que não têm tanta margem de negociação. A equação não fechava.  Afinal, como levar a compota, a geleia, a cachaça ou o queijo para o consumidor, quando não há vidro para envazar?

Este podcast vai mostrar que os empreendedores encontraram na criatividade e nos hábitos antigos uma forma de driblar esse problema.

pube