pube
Meio Ambiente

Plano amplia participação de jovens nas políticas públicas de meio ambiente

por Redação Conexão Safra

em 28/12/2015 às 0h00

2 min de leitura

pube
A juventude brasileira comemora mais uma vitória com a instituição do Plano Nacional de Juventude e Meio Ambiente (PNJMA). O objetivo é promover e integrar as políticas públicas ambientais que efetivem os direitos da juventude à sustentabilidade e ao meio ambiente, garantidos pelo Estatuto da Juventude.

O Plano está em consonância com os desafios definidos no Acordo de Paris na 21ª Conferência das Partes (COP 21), que instituiu metas para limitar o aumento da temperatura da Terra em até 1,5ºC até 2100. “Isso consolida o papel da juventude, especialmente dos povos e comunidades tradicionais, na preservação de saberes e conhecimentos tradicionais e na proteção do patrimônio ambiental ”, destacou a Assessora de Juventude do Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA), Luiza Dulci.

A demanda é considerada histórica e, de acordo com Luiza Dulci, é discutida pela juventude brasileira desde as três realizações das Conferências Infanto-Juvenis pelo Meio Ambiente e das duas primeiras Conferências Nacionais de Juventude. “A assinatura e participação do Ministério do Desenvolvimento Agrário no PNJMA consolidam o papel da juventude rural enquanto guardiã da sustentabilidade e do meio ambiente e reforçam as estratégias de fortalecimento das políticas públicas e visibilidade dos jovens do campo ”, ressaltou.

O PNJMA será coordenado pelo Ministério do Meio Ambiente (MMA) e executado em parceria com os ministérios das Mulheres, da Igualdade Racial e dos Direitos Humanos, da Educação (MEC), do Desenvolvimento Agrário e pela sociedade civil.

A criação do Plano foi anunciada na sexta-feira (18/12), durante a 3ª Conferência Nacional de Juventude, em Brasília, que contou com a participação de mais de dois mil jovens.

A Portaria Interministerial nº 390 (11/2015) que institui o Plano foi publicada, na última segunda-feira (21/12), no Diário Oficial da União. Agora, os jovens passam a contar com maior participação nas políticas públicas de meio ambiente.

Fonte: MDA

pube