pube
Geral

Zootecnia de precisão traz o futuro à produção de aves e suínos

A tecnologia das “Fazendas Inteligentes”...

por Redação Conexão Safra

em 28/04/2016 às 0h00

5 min de leitura

pube
A tecnologia das “Fazendas Inteligentes ” aumenta os índices produtivos e reduz desperdícios, assegurando bem-estar animal e adequação às normatizações do mercado consumidor

As atividades cotidianas de uma granja, como o manejo, a nutrição, os cuidados com a sanidade e o bem-estar animal podem ser detalhadamente gerenciadas e monitoradas em tempo real com a ajuda tecnológica, aumentando a eficiência e a qualidade da produção e facilitando a tomada de decisão. A zootecnia de precisão oferece o apuro de aplicativos e equipamentos específicos a um trabalho que antes era feito de forma manual.

O I Congresso de Zootecnia de Precisão abre a Programação dos Seminários Técnicos e Científicos de Aves e Suínos, da AveSui 2016, para discutir o tema “Fazendas Inteligentes ” por meio da zootécnica, com a participação de nomes como os dos doutores Richard Gates, Daniel Berkmans, Daniella Moura e Nilsa Duarte da Silva.

A doutora Nilsa Duarte, zootecnista da Unicamp, apresenta a palestra “Nutrição de Precisão – Análise do comportamento ingestivo das aves ”. Para Nilsa, a tecnologia é fundamental tanto para o bem-estar animal quanto na redução de gastos, considerando que a alimentação é responsável por até 70% do custo da produção avícola.

A zootecnia de precisão ainda está em fase inicial de aplicação nas granjas suinícolas, mas já é muito difundida na produção de aves, até por conta do Brasil
ser o maior exportador mundial de frangos. Os aviários são equipados com sensores, câmeras e microfones para a interpretação do comportamento dos animais &ndash, fornecendo dados para a identificação de situações de estresse e padrões comportamentais muito sutis &ndash,, além de controlar as condições biométricas do ambiente.

Alguns padrões de comportamento das aves são observáveis apenas por meio de câmeras apropriadas. Esta análise minuciosa é “”um método não invasivo que permite avaliar a interação entre as aves e com o meio de criação, gerando dados que depois de avaliados produzem informações sobre as preferências sociais e ambientais””, explica a zootecnista. Informações como o tempo gasto durante a ingestão de ração podem estar relacionadas à condição de conforto térmico. De acordo com a leitura, fatores como temperatura, ventilação e luminosidade podem ser adaptados.

A partir dos dados que são coletados e estudados atualmente, a expectativa é de que no futuro os sistemas de climatização, de abastecimento de água e de distribuição de ração sejam automatizados de acordo com as reações e comportamentos animais interpretados pelos próprios sensores inteligentes, reduzindo perdas para o sistema de produção animal, principalmente na alimentação.

Na avicultura, um produtor chega a ser cinco vezes mais eficiente quando auxiliado por um sistema de precisão. De acordo com José Antonio Ribas Jr., gestor da área corporativa de aves e suínos da JBS no Brasil, o modelo convencional de aviários requer um produtor para cada 18 mil aves, enquanto nos sistemas mais modernos são produzidas 100 mil aves para cada produtor.

Esta palestra faz parte do “”I Congresso de Zootecnia de Precisão, do Seminário Técnico Científico de Aves e Suínos. As inscrições são pagas e podem ser feitas no site: http://www.avesui.com/

AveSui 2016

A AveSui cria oportunidades de novas parcerias, investimentos, pesquisas, discussões de mercado e atualização técnica e cientifica. A feira é palco de lançamentos exclusivos e de discussões pertinentes aos setores suinícola e avícola, onde serão apresentadas todas as novidades e tendências mundiais em produção intensiva de proteína animal, novas tecnologias e produtos e soluções para aplicação no sistema produtivo.

Programação:

I Congresso de Zootecnia de Precisão



Coordenação: Dra. Daniella Jorge de Moura – Professora Livre Docente, Feagri – Coordenadora da Pós – Graduação



09:00
Controle Integrado: Inovação para Otimizar a Produção de Aves e Suínos – Dr. Jean Michel Winter (Engenheiro Elétrico da Universidade Federal do Rio Grande do Sul)

09:45
Ouvindo os animais – Animal Sound Talks – tecnologia para monitoramento da saúde animal através do som- Dr. Tomas Norton (Professor da Universidade de Ku Leuven &ndash, Bélgica)

11:00
Nutrição de Precisão – Análise do comportamento ingestivo das aves – Dra. Nilsa Duarte da Silva Lima (Zootecnista doutoranda em Engenharia Agrícola – Feagri / Unicamp)

11:45
Ambiência de Precisão – Tecnologias de avaliação e controle ambiental em galpões- Dra. Daniella Jorge de Moura (Professora livre docente – Feagri – Coordenadora de Pós Graduação)

14:00
Zootecnia de Precisão para suporte à tomada de decisão na Bovinocultura de Leite de Corte – Dr. Marcelo Neves Ribas (Diretor Executivo da Intergado Tecnologia)

14:45
Preferência dos animais – Estudo sobre o comportamento animal – Dr. Richard Gates (Professor da Universidade de Illinois &ndash, EUA)

15:30
“”Dark Factory””, Fábricas de Nutrição Animal do futuro, usando dispositivos móveis para atingimento de uma Alta Eficiência.- Sr. Álvaro Ghedin (Diretor Presidente da AGPR5)


pube