pube
Geral

Resíduos da poda urbana serão entregues a produtores

O projeto que visa ao melhor aproveitamento dos restos de árvores e arbustos é executado pela Secretaria Municipal do Meio Ambiente com apoio do Idaf

por Redação Conexão Safra

em 14/07/2014 às 0h00

2 min de leitura


Para dar a destinação adequada dos resíduos da poda urbana e ainda ajudar os produtores rurais, a prefeitura de Guaçuí, por meio da Secretaria Municipal do Meio Ambiente, realiza o cadastramento dos produtores proprietários de secadores de grãos do município até o dia 23 deste mês.

O cadastro tem por finalidade fazer o levantamento dos interessados em receber doação da lenha resultante das podas de árvores e arbustos executadas no município pelo setor de Jardinagem e Paisagismo. Para participar, os produtores proprietários de secador precisam estar devidamente licenciados pelo Instituto de Defesa Agropecuária e Florestal do Espírito Santo (Idaf), que apoia a iniciativa.

pube

Para participar, o produtor rural proprietário de secador de grãos deverá comparecer à sede da secretaria, na Rua Demerval Amaral, nº 35, em cima do Banco do Brasil. O funcionamento é de segunda a sexta-feira, de 08h00 às 11h00 e de 13h00 às 17h30. É necessário apresentar cópias dos seguintes documentos: CPF, RG, licença ambiental ou protocolo do secador de grãos e comprovante de posse da propriedade.

“Este projeto é inédito no município e talvez até no estado. Além de dar grande ajuda aos produtores rurais, a destinação adequada dessa lenha é importante para a sustentabilidade, pois reduz a utilização de madeiras de espécies nativas e a expansão de plantações de monoculturas (eucalipto, por exemplo), que prejudicam a biodiversidade ”, destaca o secretário municipal do Meio Ambiente, Weriton Soroldoni.


Lenha suficiente para 400 horas de secagem


O trabalho da equipe jardinagem e paisagismo da prefeitura de Guaçuí é realizado de maneira organizada, com a separação por tipo e espécie de madeira e o armazenamento de todo o resíduo resultante das podas de árvores e arbustos no município, com intuito de doar a lenha.

Desde dezembro do ano passado, o material é acondicionado no galpão da Secretaria Municipal de Meio Ambiente. Estão armazenados 25 metros cúbicos de lenha, o equivalente a aproximadamente nove toneladas. De acordo com avaliação da secretaria, essa quantidade é suficiente para um secador funcionar durante aproximadamente 400 horas e secar em média 625 sacas de café.


Fonte: Assessoria de Comunicação da Prefeitura de Guaçuí

pube