pube
Geral

Produtor rural de Marataízes faz uso de plasticultura em lavoura de abacaxi

O produtor rural, Israel Marvila de Almeida...

por Redação Conexão Safra

em 03/06/2015 às 0h00

2 min de leitura

pube
O produtor rural, Israel Marvila de Almeida, proprietário de uma plantação de abacaxi, na localidade de Timbó, em Marataízes introduziu em sua lavoura a plasticultura. A plasticultura, que nada mais é do que o cultivo protegido por plástico é uma boa alternativa para que pequenos produtores tenham ganhos significativos ao final da safra. A técnica é capaz de aumentar em até 30% a produtividade dos pomares e ainda reduzir os custos com energia elétrica, água e período de irrigação.

“Desde que implantei esse modelo em meus cultivos, sempre sou visitado por interessados no sistema. A mudança requer cuidados, como manejo diferenciado do solo, redução dos períodos de irrigação e uso de equipamentos específicos. Contudo, vale a pena pelos ganhos ”, explicou Israel.

O uso da plasticultura na agricultura possibilita o plantio de quase todas as culturas nas mais diversas regiões e condições de solo e clima do país. Para a abacaxicultura, o plástico permite uma antecipação de colheita, pois as plantas ao sofrerem menor estresse hídrico, desenvolvem-se mais rapidamente, atua também na redução de concorrência das plantas invasoras diminuindo os custos com herbicidas e até mesmo inseticidas. As despesas com água e energia podem cair em até 50% com uso de sacos em estufas ou proteção do solo.

O gasto extra poderá ser de até R$ 1.000,00 por hectare, que poderá ser facilmente pago com a renda extra obtida, pela colheita em período de entressafra e os menores custos de defensivos agrícolas. Com a precocidade de produção o produtor poderá comercializar seus frutos com preços melhores, gerando renda adicional.

A iniciativa tem apoio técnico do Instituto Capixaba de Pesquisa, Assistência Técnica e Extensão Rural (Incaper) Marataízes, através do engenheiro agrônomo e chefe do escritório &ndash, Sr. Antônio Carlos Franco e da Secretaria Municipal de Agricultura de Marataízes (SEMAG). Após os primeiros resultados e sendo positivos a SEMAG pretende adquirir uma máquina para encanteirar e aplicar as lonas plásticas, facilitando e viabilizando uso da técnica.

Fonte: Prefeitura de Marataízes



pube