pube
Geral

Preços do café robusta encerraram setembro em patamares recordes ,

N​a manhã de quinta-feira (1º), as cotações futuras do café arábica operavam em queda na Bolsa de Nova York, após a alta moderada na véspera

por Redação Conexão Safra

em 05/10/2015 às 0h00

2 min de leitura

pube
N ,a manhã de quinta-feira (1º), as cotações futuras do café arábica operavam em queda na Bolsa de Nova York, após a alta moderada na véspera. O mercado recua após repercutir os números da Conab para a safra atual do Brasil e a de 2016/17, além da questão cambial.

A Conab (Companhia Nacional de Abastecimento) revisou para baixo a produção da safra 2015/16 do Brasil. A companhia estima que o país deverá colher 42,15 milhões de sacas de 60 kg de café arábica e conilon. Para a próxima safra, estima-se que sejam colhidas 31,3 milhões de sacas.

No Brasil, poucos negócios acontecem. A média de negociação está em cerca de R$ 500,00 a saca, mas não há reciprocidade vendedora. Na quarta-feira (30/9), o tipo cereja descascado teve maior valor de negociação na cidade de Guaxupé (MG) com saca cotada a R$ 556,00 e baixa de 1,42%. A maior oscilação no dia ocorreu em Poços de Caldas (MG) com recuo de 1,48% e saca cotada a R$ 531,00.

O tipo 4/5 registrou maior valor de negociação também em Guaxupé (MG) com R$ 556,00 a saca e desvalorização de 1,42%. Foi a maior oscilação no dia dentre as praças.

Robusta segue em patamar recorde

O , ,s preços do café robusta encerraram setembro em patamares recordes, tanto no Espírito Santo quanto em Rondônia. Apesar disso, o ritmo de negócios está lento nos dois estados, já que, à espera de novos aumentos, produtores consultados pelo Cepea se mantêm retraídos.

O atual nível de preços reflete a forte quebra da safra 2015/16, o baixo volume exportado pelo Vietnã nos últimos meses &ndash, que favoreceu as vendas brasileiras do robusta &ndash, e também o calor intenso em setembro que, segundo alguns produtores, já pode atrapalhar a florada da próxima safra. No acumulado do mês, o Indicador Cepea/Esalq do robusta tipo 6 peneira 13 acima subiu 7,15%, fechando a R$ 352,91/saca de 60 kg no dia 30 (a retirar no Espírito Santo). ,


Fonte:
AF News Análises

pube