pube
Geral

Pecuaristas de Itapemirim comemoram a chegada da ração

O produto está sendo entregue, gratuitamente, nas propriedades rurais do município

por Redação Conexão Safra

em 04/06/2014 às 0h00

3 min de leitura

Pecuaristas de várias partes de Itapemirim recebem, gratuitamente, desde o último dia 21 de maio, a ração balanceada para vacas leiteiras. O produto, muito esperado pelos produtores, chegou diretamente nas propriedades e já foi implantado na alimentação dos animais.

A produtora rural, Floreci Gomes Bahiense, moradora de Palmital, explica que, antes, nem sempre era possível inserir a ração na alimentação do gado. “Eu estava ansiosa para a chegada desse farelo, porque nem sempre eu conseguia comprar. Agora, graças a Prefeitura, posso dar o farelo e ainda usar o dinheiro para outra coisa. Estou feliz da vida ”, exclamou.

pube

Outro produtor que também estava esperando a ração é o Elizeu Coutinho. Ele garante que este é o maior sonho dos pecuaristas. “Isso é o que mais ajuda o produtor, porque sem incentivo é difícil continuar com a vida no campo. Podemos ver que muitos estão abandonando e indo para a cidade, mas, agora, que não precisamos mais comprar o farelo, ficou muito bom. Vamos pedir a Deus para continuar abençoando o prefeito, para ele ajudar a gente ainda mais ”, disse.

Além do presidente da Cooperativa dos Produtores Rurais do Vale do Benevente – Coopruvab, Feliquiex Bissa Meriguete, que durante a solenidade de entrega, falou sobre a importância do farelo na alimentação dos animais, os pecuaristas também garantiram que para uma boa produção de leite é necessária uma dieta balanceada.

“Mesmo sem comprar mais animais, nós podemos sentir o aumento na produção do leite, porque o farelo, não só sustenta o gado, como também ajuda a aumentar a quantidade de leite. Eu estou muito satisfeito com a administração municipal ”, afirmou o produtor rural, Jordemil Martins Silveira.

A Secretaria Municipal de Agricultura e Desenvolvimento Rural explica que, o cadastro dos produtores que vendem o leite para laticínios foi feito de acordo com o relatório enviado pelas cooperativas, já os pecuaristas que produzem ou vendem para a produção de queijo, devem procurar a secretaria para oficializar seu cadastro.

Vale a pena ressaltar que, a secretaria desenvolve também outros projetos em prol do homem do campo, como a entrega de mudas frutíferas. Todo produtor pode procurar a secretaria para conhecer e se cadastrar nos projetos.

O produtor da comunidade de Calafate, Edilson Ferreira Xavier, ressalta que o município tem dado o apoio que o produtor rural merece. “Eu não posso reclamar, porque nunca tivemos tanto apoio do Executivo. Sempre que precisamos, conseguimos máquina para trabalhar nas estradas, apoio dos técnicos e outros serviços, como a vacinação do gado. Esse farelo, por exemplo, não tem diferença do que a gente comprava antes, a qualidade é boa e ainda é sem custo. Estou muito satisfeito ”, concluiu.


Fonte: Assessoria de Comunicação da Prefeitura de Itapemirim

pube