Geral

Muniz Freire recebe o 1º Seminário do Café com Leite

por Redação Conexão Safra

em 08/10/2015 às 0h00

3 min de leitura

Muniz Freire recebe o 1º Seminário do Café com Leite

pube

Aproximadamente 180 pessoas, entre produtores rurais, técnicos do setor e autoridades locais participaram do 1º Seminário do Café com Leite realizado durante a 2ª Festa do Café com Leite no distrito de Menino Jesus, em Muniz Freire. No evento foram apresentadas palestras ligadas à atual situação da agricultura capixaba e a demanda dos produtores rurais do município com foco em preservação do meio ambiente.


O evento é uma realização da Associação de Desenvolvimento Comunitário de Menino Jesus (Adecomej) e do Instituto Capixaba de Pesquisa Assistência Técnica e Extensão Rural (Incaper), com o apoio da Prefeitura Municipal de Muniz Freire.


Um dos responsáveis pelo evento foi o técnico do escritório do Incaper em Muniz, Freire Tarcísio Feleti de Castro. Ele contou que o seminário foi organizado a partir da demanda dos produtores, com temas atuais e necessários para a capacitação deles e sustentabilidade das propriedades. “Com a capacitação nós incentivamos o homem a permanecer no campo e investir na propriedade de forma consciente e segura ”, completou Tarcísio.


O extensionista do Incaper em Irupi, Tulio Luís Borges de Lima, apresentou a palestra “Produção de água em propriedades rurais ”. Ele chamou a atenção para a situação atual da água no mundo e a preocupação com crise hídrica. “A quantidade de água que temos é relativamente escassa e com o aumento da população ela tende a diminuir ”, disse.


Na palestra foram abordadas questões como a preservação das áreas de nascentes e das margens de rios e córregos, além das principais práticas de conservação do solo, como a construção de caixas secas, o aumento da matéria orgânica, sistemas agroflorestais e construção de terraços. “O objetivo é apontar técnicas que podem contribuir para maior produção e conservação de água na propriedade para que o produtor possa ganhar em quantidade e em qualidade também ” concluiu.


O público também acompanhou um trecho do projeto “Plantadores de Água ”, desenvolvido no município de Alegre com uma série de ações de produção de água. Por fim, também tiveram a oportunidade de conhecer um pouco mais sobre o Programa Reflorestar e o Fundo Social de Apoio à Agricultura Familiar (Funsaf).


O pesquisador da fazenda experimental do Incaper em Marilândia, Abraão Carlos Verdin Filho, fez uma palestra a respeito da poda programada do café arábica. Segundo ele, diante do contexto de inovações para a cultura do arábica, já existem respostas contundentes das pesquisas feitas pelo Incaper.


Verdin contou que com as técnicas em poda programada, a mão de obra foi reduzida em 50% na colheita, a produção de arábica aumentou em 26% e, além disso, houve um acréscimo de 12% do café cereja na colheita. “Esse manejo nos dá uma nova perspectiva na reestruturação das lavouras do parque cafeeiro capixaba ”, concluiu.


Ainda tiveram palestras com os temas: “Tecnologia de criação de bezerras ” ministrada pelo zootecnista José Paulo Rampinelle e “A importância e o uso correto da irrigação ” apresentada pelo engenheiro agrícola Fabio Ferreira Barbosa.


Fonte: Seag

pube