pube
Geral

Média mensal de preço registra pior nível desde fevereiro de 2014

por Redação Conexão Safra

em 25/02/2015 às 0h00

2 min de leitura

As médias mensais do preço atingiram seus níveis mais baixos desde fevereiro de 2014 (caíram 1,6%) e um sentimento de baixa no mercado continuou a exercer pressões baixistas sobre os preços. O dado foi divulgado pela Organização Internacional do Café (OIC), principal orgão intergovernamental a serviço do café, em seu relatório de janeiro de 2015.

pube



Segundo a OIC, as exportações do ano cafeeiro de 2014/2015, por sua vez, se mantiveram fortes. Uma redução de 5,5% nas exportações dos arábicas (para 5,2 milhões de sacas) foi igualada por um aumento de 9,9% nas exportações dos robustas (para 3,6 milhões). Em 2014, as exportações bateram um recorde, alcançando 111,7 milhões de sacas, o volume mais alto de que se tem registro. Esse desempenho resultou principalmente dos embarques do Brasil, que aumentaram de 31,5 milhões de sacas, em 2013, para 36,3 milhões, em 2014.

Nesta última edição do Relatório, a instituição destaca que o clima observado no Brasil foi o principal indutor dos preços do café, que primeiro subiram, depois caíram outra vez. A estiagem no Brasil, em princípios de janeiro, empurrou os preços para cima. A previsão de chuvas para fins do mesmo mês, porém, interrompeu essa breve recuperação. Entretanto, os níveis pluviométricos no Brasil continuam abaixo da média, comprometendo a safra de 2015/2016, segundo o Relatório.

Outro ponto levantado pela OIC é que as exportações do Vietnã aumentaram, alcançando 25 milhões de sacas, bem como as da Colômbia, que passaram de 9,7 milhões de sacas em 2013 para 11 milhões em 2014. Em contrapartida, as exportações da América Central, na maioria dos casos, sofreram quedas em 2014, pois o surto de ferrugem continuou a afetar a produção, como também no Peru e no México. E, ainda, volume e valor das exportações mundiais, total da produção nos países exportadores, estoques e consumo mundial, entre outras análises e gráficos comparativos pertinentes.
Fonte: site Café Point

pube