pube
Geral

IV Encontro Estadual do Conilon Descascado debate sobre Verificação 4C

O encontro foi aberto a cultura do café arábica e contou com a presença de aproximadamente 150 pessoas entre produtores, colaboradores e convidados

por Redação Conexão Safra

em 20/03/2014 às 0h00

4 min de leitura

A Cooperativa Agropecuária Centro Serrana – Coopeavi, com apoio da Syngenta, 4C Association e o Sistema OCB/Sescoop-ES, realizou a quarta edição do Encontro Estadual do Conilon Descascado. Com foco em sustentabilidade, o evento foi realizado na Pousada Paraíso, município de Santa Maria de Jetibá.

Este ano, o encontro foi aberto a cultura do café arábica e contou com a presença de aproximadamente 150 pessoas entre produtores, colaboradores e convidados. O tema central deste ano foi “Verificação 4C: tendência ou realidade? ”. Para ministrar sobre essa novidade aos cafeicultores estiveram: Nathália Monéa, gerente da 4C Association no Brasil, Pedro Malta Campos, representante do departamento Agrícola Nestlé Brasil, Evair Vieira de Mello, presidente do Incaper, diretores e gerentes da Coopeavi.

A Associação 4C é uma comunidade, onde reúne diversas instituições da cadeia do café entre produtores, corretores, associações, cooperativas, tradings, torrefadores, dentre outros visando criar uma demanda e produção de grãos, produzidos acordo com as normas básicas internacionais de sustentabilidade e qualidade. Essa Associação, de origem alemã, criou uma série de códigos denominado 4C – Código Comum para a Comunidade Cafeeira.

“O 4C não é só um padrão, uma norma, um check list, mas sim uma proposta, o primeiro passo para os produtores rumo a sustentabilidade ”, explica Nathália Monéa.

De acordo com Daniel Piazzini, gerente executivo de Marketing da Coopeavi, a proposta inicial do evento foi apresentar aos produtores uma oportunidade de produzir alinhado com as exigências do mercado criando uma base sustentável à atividade na zona rural, nesse caso especifico para o café, tanto arábica quanto Conilon.

“O novo plano estratégico da cooperativa visa levar soluções para tornar a atividade rural mais segura e longeva, por isso, estamos nos aproximando dessa associação para caminharmos juntos rumo à sustentabilidade ”, esclarece Piazzini.

pube

Já Pedro Malta, da Nestlé, explicou para os presentes a importância e o potencial brasileiro em produzir o produto Verificado de acordo com o Código 4C. Além de ter apresentado a visão do seu departamento no que se refere ao café.

“Nós da Nestlé, como parte integrante da Associação 4C, estamos fazendo nossa parte para levar informação e mostrar a relevância que esse tema tem, acredito que conseguiremos avançar junto com a Coopeavi nesse caminho de levar aos cafeicultores as melhores condições ”, pontua Malta.

A Nestlé é uma das empresas de grande porte que faz parte da Associação. Há pouco tempo abriu no Brasil um departamento Agrícola para estreitar as ralações com os produtores e acompanhar de perto a produção da matéria prima adquirida por eles oriunda do solo brasileiro. E claro a preferência de comercialização passa pelos agricultores que trabalham de acordo com as normas estabelecidas pela Associação 4C.

A visão e missão da Coopeavi estão alinhadas com as diretrizes da associação. “O entendimento de sustentabilidade da Coopeavi é o mesmo que o nosso ”, justifica Monea.

Para o cafeicultor Astrogildo Berger, produtor de café Conilon em Laranja da Terra, o tema foi relevante e mostrou o caminho a ser seguido. “Eu achei muito bom, esse é um negócio para a gente praticar pensando no futuro, nós temos que entrar nessa ”.

Sua propriedade é pequena, cercas de 20 mil pés de café, mas o zelo e a preocupação em produzir com qualidade é gigante. Esse é o diferencial que a Coopeavi vêm buscando despertar nos produtores, ou seja, o interesse em produzir visando manter seu negócio rentável para todos.

“Tenho certeza que os produtores que entrarem no processo de Verificação ou Certificação serão produtores, que no futuro próximo, terão preferência na compra, por isso, esse tema é tão relevante e mais uma vez a Coopeavi cumpre seu papel na vanguarda ao levar essa inovação para o dia a dia dos cafeicultores ”, afirma Evair Vieira, diretor presidente do Incaper.


Sobre a Associação 4C


A Associação 4C é a plataforma que reúne as partes interessadas do setor cafeeiro para abordar as questões de sustentabilidade de uma forma antecipada. Até o momento, mais de 300 membros já aderiram à plataforma 4C, incluindo: organizações de produtores de café, comerciantes

(importadores e exportadores), indústria (torrefadores e varejistas), e organizações da sociedade civil. Essa comunidade global trabalha em conjunto para melhorar as condições econômicas, sociais e ambientais das pessoas que ganham a vida a partir de café.


Sobre a Coopeavi


A Coopeavi é uma cooperativa do segmento Agronegócio, com atuação no Espírito Santo, Minas Gerais e Bahia. Atualmente conta com mais de 8 mil cooperados, em sua maioria pequenos e médios produtores.


Fonte: Seag

pube