pube
Geral

Incaper incentiva desenvolvimento de apicultura no município de Divino de São Lourenço

por Redação Conexão Safra

em 09/06/2016 às 0h00

2 min de leitura

Incaper incentiva desenvolvimento de apicultura no município de Divino de São Lourenço

pube
O município de Divino de São Lourenço tem se planejado para desenvolver a apicultura na região e, para incentivar esta iniciativa, o Instituto Capixaba de Pesquisa, Assistência Técnica e Extensão Rural (Incaper) realizou uma excursão com cerca de 20 produtores rurais para a Casa de Mel Rainha do Sul, sediada no município de Muqui, também na região do Sul Caparaó.

O primeiro momento da visita teve como objetivo conhecer a história da Associação de Apicultores do Município de Muqui e Adjacências (Amapes), que realizou a construção da Casa de Mel e tem um importante papel na organização social no meio rural, através do associativismo e do cooperativismo. “Só de forma organizada conseguimos recursos junto ao Consórcio de Segurança Alimentar e Desenvolvimento Social (Consad) e a Secretaria de Agricultura, Abastecimento, Aquicultura e Pesca (Seag) para viabilizar projetos ”, contou o ex-secretário municipal de agricultura, produtor e presidente da Amapes, Luis Cláudio de Souza.

Em seguida, os produtores de Divino de São Lourenço conheceram as instalações da Casa de Mel de Muqui. Desde a recepção do produto, a forma de armazenamento, até o envase do mel. O extensionista do Incaper, Roberto Ramos Sobreira, observou que a infraestrutura do local permitiu que o município pudesse realizar comércio nas esferas municipal, estadual e federal, já que foi construída atendendo aos moldes da legislação federal, podendo atender, além de demandas menores, programas governamentais e grandes centros alimentícios.

Luis Cláudio mencionou as diversas conquistas em âmbito nacional dos produtos da Casa de Mel, como no paramento de qualidade e com relação à embalagem para armazenamento, idealizada pela Associação.

O chefe do Escritório Local de Desenvolvimento Rural (ELDR) do Incaper de Divino de São Lourenço, Ricardo Eugênio Pinheiro, salientou que o município possui um grande potencial para a apicultura, pois tem uma extensa área de floresta nativa, junto com lavouras de café arábica e plantações de eucalipto, propiciando uma boa produção de mel. “Além disso, esta atividade possui um importante papel na diversificação de renda na propriedade rural, trazendo muitos benefícios para os produtores da região ”.

Fonte: Incaper