Geral

Incaper distribui sementes de milho e feijão para agricultores familiares

por Redação Conexão Safra

em 01/03/2016 às 0h00

4 min de leitura

Incaper distribui sementes de milho e feijão para agricultores familiares

pube


O Instituto Capixaba de Pesquisa, Assistência Técnica e Extensão Rural (Incaper) junto com a Secretaria Municipal de Agricultura de Viana, na tarde desta quinta-feira (25) distribuiu sementes de feijão serrano (Emcapa 404) e milho (Capixaba Incaper 203), produzidos na Fazenda Experimental de Viana, para cerca de 200 produtores rurais e agricultores familiares, dos municípios de Viana e Cariacica.

Estiveram presentes autoridades locais, o pesquisador do Incaper e coordenador estadual de Culturas Alimentares e Agroenergia, Márcio Adonis Miranda, o técnico em Desenvolvimento Rural e chefe da Fazenda Experimental de Viana, Afonso Valentim e o extensionista do Incaper, João Marcos dos Santos Junior.

Márcio Adonis falou da parceria com a Secretaria de Agricultura e deu explicações técnicas sobre os dois materiais genéticos. Segundo o pesquisador, em 1990 verificou-se a queda na produtividade do feijão preto, importante e cultivado pela maioria dos produtores, em função da alta incidência de antracnose, que é a principal doença do feijoeiro nos locais de temperaturas mais baixas. “Visando solucionar este problema, o Incaper lançou, por meio de um programa de melhoramento, essa nova cultivar de feijão, para atender produtores de regiões situadas acima de 300m de altitude ”.

Adônis também contou que o milho Capixaba Incaper 203 é uma variedade oriunda de trabalhos de pesquisa desenvolvidos, desde de 1985, na Fazenda Experimental de Sooretama (Incaper), por intermédio de várias estratégias de melhoramento genético. O milho já foi lançado na Fazenda Experimental de Viana e a tecnologia usada (há 30 anos) resultou em um material resistente a várias doenças que atacam essa cultura, como o “pé duro ”, por exemplo.

Adônis reforçou que, quem planta milho híbrido, por exemplo, sem tecnologia adequada, não consegue obter resultados que a semente hibrida apresenta. “Portanto, é tão bom se os produtores puderem fazer os seus campos de produção e, ao tirar os grãos, guardar o material para os próximos plantios e não tiverem nenhum tipo de contaminação com outro material da região. E os produtores poderão fazer isso de 3 a 4 anos que milho Capixaba Incaper 203 não perderá a sua qualidade genética ”, completou.

O pesquisador lembrou que o Incaper abre caminhos e orienta, mas precisa fundamentalmente do trabalho dos produtores. “O feijão Emcapa 404, por exemplo, é para as regiões serranas, porém, ainda vemos poucos produtores multiplicando esse material e, por isso, o Incaper continua os incentivando entregas como esta ”, disse.

Inauguração Unidade Didática

Antes da entrega das sementes de milho e feijão, ocorreu a reinauguração da Unidade Didática de Agricultura de Viana, que passou por reforma. A reabertura da unidade é fruto de uma parceria entre o Incaper e a Secretaria Municipal de Agricultura de Viana.

Segundo Afonso Valentim, “essa é mais uma oportunidade para o fortalecimento da agricultura familiar e fazer com que estas pessoas aproveitem da melhor maneira as suas propriedades e agreguem valor aos seus produtos ”.

Com a reabertura, novas capacitações serão oferecidas para produtores rurais. Nos próximos dias serão realizados os cursos de Equideocultura – Casqueamento e Ferrageamento, Plantas medicinais, Produção de derivado do leite e Desidratação de frutas. Em um acordo de concessão, diversos equipamentos foram cedidos pelo Incaper para a Unidade Didática para a realização dos cursos.

A unidade fica localizada na sede da Secretaria Municipal de Agricultura. Os interessados devem ir até local com a carteira de Identidade e CPF, de segunda a sexta-feira, de 09h às 18 horas, para fazer a inscrição nos cursos. Não serão aceitas inscrições de menores de 18 anos.

Fonte: Incaper

pube