pube
Geral

Incaper atende mais de 60 mil agricultores familiares capixabas em 2013

O número total de público assistido pelo Incaper, que inclui outros públicos além dos agricultores familiares, chegou a 71.282

por Redação Conexão Safra

em 10/01/2014 às 0h00

5 min de leitura

Incaper atende mais de 60 mil agricultores familiares capixabas em 2013


O Instituto Capixaba de Pesquisa, Assistência Técnica e Extensão Rural (Incaper) ampliou suas atividades de pesquisa, desenvolvimento e inovação, contribuindo para a melhoria da qualidade de vida de diversas famílias no meio rural capixaba. No ano de 2013, a inclusão socioprodutiva de famílias em situação de extrema pobreza, o lançamento de novas variedades de café e as missões internacionais que visitaram o Espírito Santo para conhecer as experiências de agricultura familiar, encontram-se entre as principais ações do Instituto no ano.

De acordo com a meta estipulada pelo Governo do Espírito Santo para o Instituto, até o final deste ano, 60 mil agricultores familiares deveriam receber assistência pública. O Incaper atendeu a 62.978, superando em 5% a programação inicial. O número total de público assistido pelo Incaper, que inclui outros públicos além dos agricultores familiares, chegou a 71.282, o que demonstra que a prioridade de atendimento do Instituto são as famílias de agricultores de base familiar, que representam 88,35% do público assistido pelo Incaper em 2013.

De acordo com o diretor-presidente do Incaper, Evair Vieira de Melo, esses números indicam a presença do Incaper no dia a dia dos capixabas, e mostram a utilidade deste importante trabalho de assistência técnica e extensão rural na vida das pessoas. “A atuação do Incaper reforça sua posição de vanguarda no que se refere à aplicação do conhecimento, à inovação. Aprendemos diversas lições neste caminho percorrido, e pretendemos seguir nesta caminhada para que o nosso rural seja cada vez mais valorizado, e produza resultados que realmente orgulhem os capixabas ”, disse Evair.

No âmbito da assistência técnica e extensão rural (Ater), o Incaper iniciou as ações de Ater Sustentável, oriundas de um convênio celebrado entre o Instituto e Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA). São 3.400 famílias que participarão de uma proposta inovadora de extensão rural em 13 municípios capixabas ao longo de três anos. A proposta consiste no acompanhamento sistemático das famílias para que tenham desenvolvimento social, econômico e ambiental.

pube

Para reduzir a extrema pobreza no campo capixaba, o Incaper, por meio das ações de assistência técnica e extensão rural, está atendendo a três mil famílias pelos programas Incluir no Campo e Brasil Sem Miséria. Famílias que tinham pouco acesso a políticas públicas passaram a ter uma cesta de oportunidades, com incentivo à produção de alimentos.

No que tange à agroecologia, o Incaper, em conjunto com outras instituições públicas, como a Secretaria de Assistência Social e Direitos Humano (SEADH), tem desenvolvido o Projeto de Produção Agroecológica Integrada e Sustentável (PAIS), destinado a famílias em situação de vulnerabilidade social no campo. O objetivo dessa ação é garantir a produção para o consumo e comercialização de alimentos saudáveis. Cerca de 520 kits do projeto, que contém equipamentos de trabalho e sementes, já foram entregues no Espírito Santo.

Também foi destaque no ano de 2013 a criação da Instrução Normativa para extração do fruto da palmeira Juçara, expedida pelo Instituto de Defesa Agropecuária e Florestal do Espírito Santo (Idaf). O Incaper irá orientar os produtores rurais a realizarem a extração de acordo com a nova legislação, além de incentivarem a agroindustrialização do fruto para produção de polpa. Essa medida irá possibilitar a ampliação da renda ao mesmo tempo em que proporciona a preservação do meio ambiente.

Em 2013, o Incaper iniciou o ano com 120 projetos de pesquisa, desenvolvimento e inovação. A meta era chegar a 140 até o final de dezembro. No entanto, devido ao empenho dos profissionais do Instituto, a meta foi ultrapassada, havendo mais de 155 projetos aprovados ao final de 2013.


Lançamento de novas variedades e recomendações de cultivar


No âmbito da inovação agropecuária, o Incaper lançou três variedades clonais de café conilon, a ‘Diamante Incaper 8112’, ‘Jequitibá Incaper 8122’ e ‘Centenária Incaper 8132’. Elas diferenciam-se pela época de maturação dos frutos. Para o produtor, o escalonamento da colheita traz diversas vantagens, como a melhor gestão da mão de obra e a melhor utilização de terreiros e secadores. A alta produtividade das novas cultivares ajuda no aumento da produção na indústria cafeeira. E a excelente qualidade da bebida é a maior vantagem para o consumidor.

As três novas variedades possuem alta produtividade, podendo alcançar rendimentos superiores a 120 sacas beneficiadas por hectare em plantios irrigados com alta tecnologia. Além disso, apresentam boa estabilidade de produção, uniformidade de maturação, moderada resistência a ferrugem.

A Banana Maçã Tropical também foi recomendada aos produtores capixabas no ano de 2013. Trata-se de mais uma alternativa economicamente viável para atendimento de um nicho de mercado para fruta com sabor semelhante à banana-maçã tradicional, porém mais resistente a pragas e doenças.


Missões Internacionais


No ano de 2013, o Incaper recebeu diversas delegações estrangeiras para conhecer a agricultura familiar capixaba. Destacaram-se as visitas das missões do Haiti, Moçambique, Índia, Angola, México e Lesoto para conhecer atividades de cafeicultura, comercialização de alimentos para a merenda escolar, experiências de planejamento participativo, cooperativas, agroindústrias e variedades desenvolvidas pelo Incaper, resistentes a pragas.

Numa dessas missões, o Reitor e o Decano da Universidade Lueji A’Nkond, de Angola consideraram o modelo do Incaper, com integração entre Pesquisa e Ater e com foco na agricultura familiar, o mais adequado no que diz respeito à troca de experiências e de transferência de tecnologia no Brasil. Os profissionais do Instituto também atravessaram oceanos, levando diversas tecnologias desenvolvidas no Estado para a Suécia, Níger, Índia e Costa Rica.


Fonte: Incaper

pube