pube
Geral

Incaper apresentará experiências da agricultura familiar no Níger

O Espírito Santo é referência para países africanos em canais de comercialização de alimentos

por Redação Conexão Safra

em 18/10/2013 às 0h00

3 min de leitura

A experiência de organização dos agricultores familiares capixabas para comercialização de produtos para a alimentação escolar irá atravessar o oceano Atlântico em direção à África. A coordenadora do Programa Estadual de Comercialização da Agricultura Familiar do Instituto Capixaba de Pesquisa, Assistência Técnica e Extensão Rural (Incaper), Pierângeli Cristina Marim Aoki, irá ao Níger no dia 21 até o 25 de outubro, representando a agricultura familiar do Brasil.

A atividade é resultado da parceria firmada pelo Governo Brasileiro, por meio da Agência Brasileira de Cooperação (ABC), Programa Mundial de Alimentação (PMA) e Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), por meio da Cooperação Sul-Sul. Essa iniciativa visa a desenvolver projetos de fortalecimento do Programa de Alimentação Escolar (PNAE), expandindo-o a outros países, para aumentar os níveis de segurança alimentar e nutricional da alimentação escolar e combater a fome no mundo.

O Incaper recebeu o convite para participar dessa missão internacional devido às exitosas ações de articulação para a implantação da Lei 11.947/09 no Espírito Santo, que oportuniza a inserção dos produtos da agricultura familiar na alimentação escolar brasileira. “Iremos contribuir com a implantação da política pública do PNAE no Níger, o que se deve à atuação do Incaper, em todos os municípios capixabas, no incentivo à articulação e organização social de agricultores familiares para a comercialização de alimentos para as políticas públicas ”, afirmou Pierângeli.

pube

Ela ressaltou que o Instituto estimula a formação de grupos produtivos e cooperativas, promove cursos e capacitações para agregar valor aos produtos dos agricultores e incentiva o planejamento da produção agrícola. “Os profissionais do Incaper incentivam a diversificação da produção junto aos agricultores familiares, o que possibilita a comercialização de alimentos para a alimentação escolar e garante a soberania alimentar e nutricional ”, explicou Pierângeli.

Essa experiência será relatada pela servidora do Incaper no workshop sobre alimentação escolar, que será realizado na cidade de Niamey, no Níger. Na ocasião, estarão presentes autoridades do referido país, que irão discutir a melhor maneira de o programa ser implantado no país. Além dessa atividade, ocorrerão reuniões técnicas com os ministros da Agricultura e Educação do Níger, bem como visitas a escolas e cooperativas de agricultores.


Referência


O convite para a missão internacional do Níger é resultado da experiência positiva da visita da Comitiva de Lesoto, país africano, ao Espírito Santo, em agosto deste ano. O grupo, recepcionado pelo Incaper, conheceu a implantação da política pública do PNAE no Estado. Foram conhecidas escolas, cooperativas agrícolas e propriedades de agricultores familiares que comercializam sua produção para esse mercado. “Estamos colhendo os frutos dessa articulação com os países africanos. Além de levar nossa experiência, poderemos conhecer a realidade desses países a fim de qualificarmos nossa atuação local ”, afirmou Pierângeli.


Fonte: Incaper


pube