Geral

Idaf interrompe desmatamento irregular em São José do Calçado

Instituto de Defesa Agropecuária e Florestal do Espírito Santo...

por Redação Conexão Safra

em 13/11/2015 às 0h00

2 min de leitura

pube
O Instituto de Defesa Agropecuária e Florestal do Espírito Santo (Idaf), em ação conjunta com a Polícia Militar Ambiental, identificou uma área de 8,5 hectares desmatada de forma irregular, na localidade de Pouso Alto, distrito de Airituba, em São José do Calçado. A equipe esteve no local nessa quinta-feira (12), após receber denúncia anônima.

Segundo o engenheiro agrônomo do Idaf, Bruno Campbell de Azevedo, o proprietário não tinha autorização do órgão ambiental para realizar supressão de vegetação. “Foi registrado desmate irregular em vegetação nativa de Mata Atlântica em estágio inicial e médio de regeneração. Também foram identificadas terraplenagem sem licença, queimada e corte de árvores isoladas. Parte da ocorrência era em Área de Preservação Permanente (APP) ”, disse Campbell.

Os materiais lenhosos oriundos da supressão foram apreendidos pelo Idaf e a área foi embargada para recuperação. O valor da multa será definido após avaliação dos danos ambientais causados. A Polícia Militar Ambiental lavrou ocorrência e apreendeu um dos tratores utilizados para a ação que ainda estava na propriedade.

Supressão de vegetação

A supressão de vegetação nativa depende de autorização prévia do órgão de defesa que, no Espírito Santo, é o Idaf. Conforme determinação da Lei Estadual 5.361/1996, a supressão só pode ser autorizada para vegetação em estágio inicial de regeneração, cabendo vistoria do Instituto no local.

pube