Geral

Governo do ES vai capacitar jovens rurais de 13 municípios capixabas

Os cursos possuem 250 horas de duração e vão formar os participantes em Gestão da Propriedade Rural e da Unidade Pesqueira

por Redação Conexão Safra

em 03/02/2014 às 0h00

5 min de leitura

Governo do ES vai capacitar jovens rurais de 13 municípios capixabas

O governador Renato Casagrande formalizou nesta quarta-feira (29), no Palácio Anchieta, a abertura de 13 cursos gratuitos para qualificação social e profissional de 416 jovens residentes em áreas rurais capixabas, a implantação de 10 Unidades Demonstrativas de Produção Sustentáveis e capacitações para formação de Agentes Educativo das Escolas Famílias Agrícolas.

Ao todo, o investimento é de R$ 758 mil e as atividades serão realizadas na parceria firmada entre a Secretaria de Estado da Agricultura, Abastecimento, Aquicultutra e Pesca (Seag) e o Movimento de Educação Promocional do Espírito Santo (Mepes), dentro do programa ‘Vida no Campo’, com o projeto ‘Valorização da Juventude Rural’.

“Viramos a página na história do Mepes no Espírito Santo, com parcerias que garantem o pleno funcionamento da instituição, para seguirmos apoiando a juventude rural dentro da nossa linha de atuação, levando oportunidades para quem vive no interior, de permanecer na sua Região, mas com qualidade de vida. Não somente nas sedes dos municípios, mas também nos distritos, em cada localidade, as pessoas precisam ter igualdade de possibilidades de crescimento pessoal, profissional, com infraestrutura de qualidade ”, destacou o governador Renato Casagrande.

As vagas dos cursos estão disponíveis para os municípios de Água Doce do Norte, Alto Rio Novo, Domingos Martins, Governador Lindenberg, Ibitirama, Iconha, Iúna, Itarana, Muniz Freire, Pinheiros, Santa Maria de Jetibá, Santa Teresa e Sooretama.

“Essa é mais uma ação prática do nosso ‘Vida no Campo’, que é o principal programa de apoio à Agricultura Familiar do Brasil. A juventude rural tem que ser valorizada. Nos últimos anos realizamos periodicamente investimentos em qualificação e infraestruturas para dar oportunidade ao jovem de decidir se quer permanecer ou não em suas regiões de origem. Iniciativas como essa proporcionam uma mudança para melhor na vida desses jovens e de suas famílias ”, destaca o secretário de Estado da Agricultura, Enio Bergoli.

Os cursos possuem 250 horas de duração e vão formar os participantes em Gestão da Propriedade Rural e da Unidade Pesqueira, sendo que este último está disponível apenas no município de Ibitirama.

Só temos que parabenizar e agradecer mais essa parceria, esse investimento. “O Governo está realmente promovendo a interiorização do desenvolvimento com esses projetos, que têm contribuído consideravelmente na difusão de tecnologias e na formação de pessoas ”, ressalta o superintendente Geral do Mepes, Idalgizo Monequi.

Para participar, o jovem deve ter entre 15 a 29 anos, ser morador de área rural, ter concluído a 4ª série do Ensino Fundamental.
As inscrições são realizadas nos próprios municípios (secretarias municipais de Agricultura e sindicatos dos trabalhadores rurais) e os projetos finais obrigatórios para a conclusão dos cursos têm financiamento garantido dentro do Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf).


Disciplinas Temáticas e respectivas carga horária:


Curso: Gestão da Propriedade Rural

Curso: Gestão da Unidade Pesqueira

Carga Horária

TEMÁTICAS

Gestão da Propriedade Rural

Gestão da Unidade Pesqueira

pube

40 horas

Associativismo e Cooperativismo

Associativismo e Cooperativismo

40 horas

Campo, Cultura e Sociedade

Campo, Cultura e Sociedade

40 horas

Agricultura e Desenvolvimento Regional

Pesca e Desenvolvimento Regional

24 horas

Produção e Diversificação Agrícola

Técnica da Prática Pesqueira

40 horas

Legislação

Legislação

24 horas

Projeto do Jovem

Projeto do Jovem

42 horas


Novas Unidades Demonstrativas Agropecuárias


Com os novos investimentos, serão criadas mais 10 Unidades Demonstrativas de Produção Sustentáveis no Espírito Santo. As áreas para capacitações serão implantadas nas Escolas Famílias Agrícolas do Mepes em Nova Venécia, Pinheiros, Rio Bananal, Rio Novo do Sul, São Gabriel da Palha e vão se somar as outras 33 já existentes.

O objetivo dos espaços é permitir o aprendizado de agrícolas e não-agrícolas, num processo de multiplicação de ações inovadoras, gerando conhecimentos que fortaleçam a agricultura familiar de forma sustentável, contribuindo para a permanência dos jovens no campo, além de fortalecer as vocações produtivas locais.


Município

Escola

Unidade Demonstrativa

Pinheiros

EFA Pinheiros

Implantação do sistema de pastagem agroecológica

Melhoria da horticultura agroecológica na propriedade Agrícola

Rio Novo do Sul

EFA Rio Novo do Sul

Implantação de uma unidade de propagação da variedade banana maça tropical

Plantio de café da variedade conilon vitória na propriedade da EFA

Rio Bananal

EFA Rio Bananal

Potencializar a integração de hortaliças e culturas perenes no sistema agroecológico da EFA

Nova Venécia

EFA Chapadinha

Estruturação da unidade de produção de mudas e

hortaliças na EFA

São Gabriel da Palha

EFA do Bley

Melhoria na produção de hortaliças (cultivo protegido)

Implantação de viveiro para mudas

Ampliação da avicultura caipira

Implantação do sistema de pastagem agroecológica da EFA


Fonte: Seag


pube