pube
Geral

Gestão estratégica é essencial para desenvolvimento das produções rurais

Crea-ES realizou palestra sobre Agropensa nesta segunda (9) com participação de mais de 40 profissionais...

por Redação Conexão Safra

em 18/05/2016 às 0h00

3 min de leitura

pube

“Não adianta ter produção, sem apoio de gestão. É essencial que se tenha visão sistêmica e ampliada para que o desenvolvimento aconteça ”. A afirmação é do coordenador de Inteligência Estratégica da Agropensa, Edson Luís Bolfe, durante debate realizado pela Crea-ES e SEEA nesta segunda-feira (9), no auditório do Conselho.

O Sistema Agropensa é um projeto da Embrapa (Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária) que tem como objetivo difundir conhecimentos em apoio à formulação de estratégias de pesquisa, desenvolvimento e inovação para a própria empresa e instituições parceiras, além de fornecer subsídios à tomada de decisão dos setores público e privado.

“Trabalhamos com o mapeamento e apoio à organização e disseminação de base de dados e de informações agropecuárias. Desta forma, prospectamos tendências e identificamos futuros possíveis para elaborar cenários que permitam que a agropecuária brasileira tenha uma melhor preparação diante dos possíveis desafios e oportunidades ”, explica Bolfe.

Vinte pesquisadores trabalham diretamente no Agropensa utilizando o método de inteligência coletiva focados em oito macrotemas, conforme tabela abaixo.


Na ocasião, o coordenador de Inteligência da Agropensa, Edson Luís Bolfe, chamou atenção também para as estratégias utilizadas pela equipe: antecipar e planejar, manter uma rede de conhecimentos com parceiros nacionais e internacionais, e trabalhar em um universo amplificado de informações com diversidade do sistema de produção e contrastes regionais, uso sustentável de recursos naturais e dinâmica no uso de terra.
O presidente do Crea-ES, Eng. Agrônomo Helder Carnielli, na ocasião, afirmou que há necessidade da Embrapa ter uma sede no Espírito Santo. “Somos um estado extremamente rico no segmento da agricultura, responsáveis por grande parte do PIB do Brasil e precisamos de estratégias especificas para o ES, vamos trabalhar para fortalecer ainda mais essa parceria ”.

O superintendente do Crea-ES, Eng. Agrônomo Wolmar Roque Loss, também apresentou um panorama do setor de agricultura no Espírito Santo para embasar os participantes para o debate que aconteceu em seguida da palestra.
Entre os profissionais que participaram do evento, estiveram o superintendente federal de Agricultura no ES, Dimmy Herllen Silveira Gomes Barbosa, o diretor-presidente do Incaper, Marcelo Suzart de Almeida, o diretor técnico do Incaper, Lucio Herzog Demuner, e o representante da Embrapa no ES, Eng. Agrônomo Pedro Galvêas.



Fonte: Crea-EScv

pube