pube
Geral

Floricultores e decoradores participam de curso de Arte Floral em Guaçuí

por Redação Conexão Safra

em 31/07/2015 às 0h00

4 min de leitura

pube

Agregar valor à produção de flores. Esse é o objetivo do curso de Arte Floral, realizado nesta semana no município de Guaçuí. A atividade reúne cerca de 20 participantes, entre produtores de flores e decoradores de eventos, e é realizado pelo Instituto Capixaba de Pesquisa, Assistência Técnica e Extensão Rural (Incaper) e Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), com o apoio da Prefeitura Municipal.

De acordo com a extensionista do Incaper, Márcia Varela, o curso é uma oportunidade para integrar floricultores e decoradores, além de capacitá-los para agregar valor aos produtos, já que o foco do curso é trabalhar com flores da região. “A produção de flores em Guaçuí já possui uma história. Existem produtores que trabalham no setor há mais de 20 anos. Por meio dos arranjos, eles podem agregar valor e ampliar a renda familiar ”, disse Márcia. Entre as principais flores produzidas em Guaçuí estão os antúrios, copos de leite, folhagens e flores tropicais.

Ela disse que uma dúzia de copos de leite, por exemplo, é vendida por R$ 6,00. No entanto, o arranjo dessas mesmas flores pode ser comercializado a R$ 30,00. “Os produtores podem vender os arranjos por encomenda. Muitos estabelecimentos, como padarias e consultórios, solicitam esse tipo de arranjo ”, falou Marcia.
Programação do curso

O curso é ministrado pelo consultor e designer floral Jab Pasollini e termina nesta sexta-feira (31). A atividade é realizada no Centro de Inclusão Socioprodutiva de Guaçuí, localizado às margens da BR 482, bairro Nova Guaçuí, próximo ao Hotel e Restaurante Montevidéu.

Os participantes do evento, que incluem pessoas de Guaçuí, Vargem Alta, Ibitirama, São José do Calçado e Muqui, estão aprendendo a fazer arranjos decorativos simétricos e assimétricos, bouquet em espiral, de noiva, de dama de honra, arranjos para casamento, coquetel, eventos corporativos, entre outros.Agregar valor à produção de flores. Esse é o objetivo do curso de Arte Floral, realizado nesta semana no município de Guaçuí. A atividade reúne cerca de 20 participantes, entre produtores de flores e decoradores de eventos, e é realizado pelo Instituto Capixaba de Pesquisa, Assistência Técnica e Extensão Rural (Incaper) e Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), com o apoio da Prefeitura Municipal.

De acordo com a extensionista do Incaper, Márcia Varela, o curso é uma oportunidade para integrar floricultores e decoradores, além de capacitá-los para agregar valor aos produtos, já que o foco do curso é trabalhar com flores da região. “A produção de flores em Guaçuí já possui uma história. Existem produtores que trabalham no setor há mais de 20 anos. Por meio dos arranjos, eles podem agregar valor e ampliar a renda familiar ”, disse Márcia. Entre as principais flores produzidas em Guaçuí estão os antúrios, copos de leite, folhagens e flores tropicais.

Ela disse que uma dúzia de copos de leite, por exemplo, é vendida por R$ 6,00. No entanto, o arranjo dessas mesmas flores pode ser comercializado a R$ 30,00. “Os produtores podem vender os arranjos por encomenda. Muitos estabelecimentos, como padarias e consultórios, solicitam esse tipo de arranjo ”, falou Marcia.
Programação do curso

O curso é ministrado pelo consultor e designer floral Jab Pasollini e termina nesta sexta-feira (31). A atividade é realizada no Centro de Inclusão Socioprodutiva de Guaçuí, localizado às margens da BR 482, bairro Nova Guaçuí, próximo ao Hotel e Restaurante Montevidéu.

Os participantes do evento, que incluem pessoas de Guaçuí, Vargem Alta, Ibitirama, São José do Calçado e Muqui, estão aprendendo a fazer arranjos decorativos simétricos e assimétricos, bouquet em espiral, de noiva, de dama de honra, arranjos para casamento, coquetel, eventos corporativos, entre outros.

,Fonte: Incaper

pube