pube
Geral

Fiscalização reforçada contra a cata do caranguejo e à pesca ilegal

O período de andada do caranguejo-uçá teve início no domingo (19) e vai até o dia 23 de abril dividido em quatro períodos

por Redação Conexão Safra

em 21/01/2014 às 0h00

2 min de leitura

As fiscalizações para o combate à cata e a comercialização do caranguejo-uçá, em seu primeiro Dia de Defeso, e contra a pesca ilegal nos rios foram intensificadas no domingo nos rios Cricaré e Itaúnas, no município de Conceição da Barra, norte do Espírito Santo.

A equipe do Parque Estadual de Itaúnas e da Área de Proteção Ambiental (APA) de Conceição da Barra, administrados pelo Instituto Estadual de Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Iema), contaram com o apoio da Polícia Ambiental para a fiscalização e apreensão dos animais.

O período de andada do caranguejo-uçá teve início no domingo (19) e vai até o dia 23 de abril dividido em quatro períodos. Durante estas fases, estão proibidas a cata e a comercialização do crustáceo em todo o território capixaba, mesmo nos estabelecimentos em que for comprovado que o animal foi importado de outro estado. Também está proibida a pesca durante o período de piracema, quando os peixes sobem os rios até suas nascentes para desovar, o que termina no dia 28 de fevereiro.

pube

No primeiro dia de fiscalização foram apreendidos 170 metros de rede, 200 caranguejos-uçá, oito molinetes e dois facões. Um pescador foi preso por flagrante delito e os caranguejos foram soltos nos manguezais do entorno. As fiscalizações serão intensificadas nos períodos em que a cata e a pesca estiverem proibidas.


Período de andada do caranguejo-uçá:

1º período: de 19/01 a 25/01

2º período: de 02/02 a 08/02 e de 16/02 a 22/22

3º período: de 03/03 a 09/03 e de 18/03 a 24/03

4º período: de 01/04 a 07/04 e de 17/04 a 23/04


Fonte: Seama/Iema

pube