pube
Geral

Exportações do agronegócio capixaba superam US$ 430 milhões no ano

Comparando com o mesmo período do ano anterior, o valor e o volume exportados registraram acréscimos 10,34% e 0,7%, respectivamente

por Redação Conexão Safra

em 15/04/2014 às 0h00

3 min de leitura

O agronegócio capixaba fechou o primeiro trimestre do ano com uma receita cambial de US$ 430,6 milhões em produtos exportados. O valor equivale a 605,6 mil toneladas comercializadas para o exterior. Comparando com o mesmo período do ano anterior, o valor e o volume exportados registraram acréscimos 10,34% e 0,7%, respectivamente.

“Após uma retração no comércio internacional, em que exportamos cerca de 10% a menos no ano passado em relação a 2012, iniciamos este ano com o pé direito, neste canal de comercialização que é fundamental para processo de desenvolvimento do interior do Espírito Santo ”, comemora Enio Bergoli, secretário de Estado da Agricultura, Abastecimento, Aquicultura e Pesca.

A celulose lidera o ranking tanto na geração de divisas, quanto no volume comercializado pelo agronegócio capixaba no comércio exterior. De janeiro a março a exportação foi de US$ 266,2 milhões, uma alta de 5% em relação ao mesmo período do ano passado. Café, pimenta-do-reino, carne bovina, mamão e chocolates também são destaques.

pube

Exportações de café aumentam, apesar dos preços baixos

O acumulado das exportações de café verde nos primeiros três meses de 2014 ultrapassou a marca de 56,1 mil toneladas. Esse desempenho supera em 71% o volume exportado no mesmo período de 2013.“O volume exportado com café em grão verde foi quase 71% superior ao ano passado. Contudo, devido aos preços muito baixos, o incremento nas divisas geradas foi de 25,5%, com um total de US$ 109,8 milhões de dólares, nessa atividade que é a mais importante do ponto de vista social e econômico para o interior capixaba ”, afirma Enio Bergoli.

Os preços médios internacionais dos cafés (verde, solúvel e torrado), segundo produto em vendas internacionais, foram inferiores em relação àqueles praticados no primeiro trimestre do ano passado. A redução foi na casa dos 27% para o café verde e 9% para o café solúvel. Os preços médios foram superiores de forma significativa para gengibre, com aumento acima de 28%, e pimenta-do-reino, com 17,7%.


Pimenta-do-Reino


Com alta de 206%, a pimenta-do-reino registrou grande crescimento nas exportações do agronegócio do Espírito Santo. No primeiro trimestre de 2014, a geração de divisas foi de US$ 22,3 milhões, ante a US$ 6,2 milhões de janeiro a março de 2013. “Esse resultado confirma definitivamente o condimento na terceira colocação do ranking das exportações do agronegócio capixaba, logo após celulose e café, e à frente de carne bovina, mamão papaia e chocolates e outros preparados com cacau ”, explica Bergoli.


Fonte: Seag


pube