pube
Geral

Evento discute inovações e rumos do mamão brasileiro

por Redação Conexão Safra

em 17/09/2015 às 0h00

3 min de leitura

pube

VI Simpósio do Papaya Brasileiro acontece de 10 a 13 de novembro, em Vitória/ES

Especialistas na cultura do mamoeiro no país, técnicos, produtores, empresários e os outros agentes de desenvolvimento ligados à fruticultura estarão reunidos entre os dias 10 e 13 de novembro na sexta edição do Simpósio do Papaya Brasileiro. O evento, que acontece em Vitória/ES, irá discutir e sugerir alternativas que removam os principais obstáculos ao desenvolvimento do setor, bem como mostrar os avanços tecnológicos e científicos, e analisar as perspectivas de mercado da fruticultura.

Embora o mamão tenha aumentado, significativamente nos últimos anos, sua participação nas exportações brasileira de frutas frescas, o volume ainda é pequeno – cerca de 5% do total de frutas exportadas pelo Brasil e menos de 2% do que o país produz de mamão. Vários estudos estão sendo conduzidos em diversas Instituições de Pesquisa e Desenvolvimento do país, nas diferentes áreas do conhecimento, com o objetivo de gerar tecnologias para aumentar esses índices e, sobretudo, para obter melhor qualidade e conservação dos frutos e reduzir as perdas na pós-colheita.

O Brasil é o segundo produtor mundial de mamão papaya, com área cultivada de aproximadamente 30 mil hectares e produção estimada de 1,5 milhões de toneladas/ano, o que corresponde a cerca de 12% da oferta mundial. A cultura está distribuída na maioria dos estados brasileiros e além de apresentar grande importância socioeconômica por gerar renda, empregos e absorver mão de obra o ano inteiro, as exportações de mamão tem se constituído em uma importante fonte de divisas para o país, que se encontra entre os três maiores exportadores do mundo, com US$ 47,1 milhões.

No entanto, existem alguns desafios ligados à área ambiental, agrária, relações sociais e de mercado, além da necessidade de avançar e inovar na área tecnológica visando o aumento da produtividade, qualidade e competitividade de todo o complexo da cadeia.

Durante o VI Simpósio do Papaya Brasileiro serão discutidos temas relacionados à comercialização, e fatores de produção que interferem na produtividade, qualidade e conservação do fruto. O evento também contará com a apresentação dos resultados de pesquisas tecnológicas e científicas mais recentes para a cultura. Em destaque na programação, haverá um painel de discussão técnica no qual o setor produtivo/exportador apresentará as suas demandas, que servirão de indicativo para as instituições brasileiras desenvolverem as suas pesquisas com a cultura.

O VI Simpósio do Papaya Brasileiro é promovido pelo Centro de Desenvolvimento do Agronegócio (Cedagro), Associação Brasileira dos Produtores e Exportadores de Papaya (Brapex), Sociedade Espiritossantense de Engenheiros Agrônomos (SEEA), Sociedade Brasileira de Fruticultura (SBF) e Instituto Capixaba de Pesquisa, Assistência Técnica e Extensão Rural (Incaper)/Secretaria de Estado da Agricultura do Espírito Santo
– SEAG.
As inscrições para participar do evento, a programação e normas para envio de trabalhos técnico-científicos estão disponíveis no site www.papayabrasil2015.com.br.


pube