pube
Geral

Evair de Melo lidera frente parlamentar de ferrovias

O presidente da Frente Parlamentar Mista

por Redação Conexão Safra

em 28/08/2015 às 0h00

3 min de leitura

pube
O presidente da Frente Parlamentar Mista em Defesa da Implantação da EF 354 (Ferrovia Transcontinental) e EF 118 (Vitória-Rio) foi lançada na tarde desta quinta-feira (27), na Câmara Federal pelo deputado Evair de Melo (PV-ES). Dentre os principais desafios pautados estão: a necessidade de sistematização de modelo de concessão, de implementação de portos, a questão alfandegária, dentre outros que determinarão a agenda das próximas atividades da comissão.

O senador Ricardo Ferraço (PMDB-ES), destacou que as obras movimentam toda uma infraestrutura no país, e que o governo precisa entender que não dá para fazer sozinho. “Precisamos sistematizar as parcerias, elas são fundamentais para o sucesso das obras ”.
A presidente da Frente Parlamentar de Aviação e Transportes, deputada federal Clarissa Garotinho (PR-RJ), ressaltou que a criação da ferrovia é fundamental para dar mais celeridade às obras que beneficiarão diretamente milhares de moradores de regiões como Rio de Janeiro, Espírito Santo, Rondônia, Goiás, Minas Gerais, Mato Grosso e Acre.

Já Evair lembrou que a Frente vai ampliar o apoio às obras, que se tornarão atrativos para o resto do mundo. “É melhorar o agronegócio, é melhorar o escoamento da produção, é ter uma visão de futuro de empreendedorismo ”.
Participaram do evento o diretor do Porto Central/ES, José Salomão Fadlalah, o secretário de Transportes do Espírito Santo, Paulo Valin, o subsecretário de Obras Públicas do Espírito Santo, Valdir Uliana, o diretor da ANTT, Carlos Fernando do Nascimento, e o diretor de Concessões do Ministério dos Transportes, Dino Antunes, dentre outras autoridades.

Dados – A ferrovia Transcontinental foi planejada para ter aproximadamente 4.400 km de extensão em solo brasileiro, entre o Porto de Açu, no litoral do Rio de Janeiro e a localidade de Boqueirão da Esperança, no Acre, como parte da ligação entre os oceanos Atlântico, no Brasil, e o Pacífico, no Peru.




Já a construção da Ferrovia Vitória-Rio será um marco no desenvolvimento dos estados do Espírito Santo e do Rio de Janeiro, especialmente para o Sul capixaba e o Norte fluminense. A ferrovia será conectada à estrada de ferro Vitória a Minas e terá 572 km de extensão. A EF 118 vai interligar os portos capixabas aos do Rio de Janeiro e possibilitar a ligação do Espírito Santo com as malhas ferroviárias dos outros estados do Sudeste e com o Centro-Oeste, por meio da EF 354.

pube