pube
Geral

Divulgação técnica do Funsaf é realizada em Castelo

Dando continuidade as apresentações técnicas sobre o Fundo Social de Apoio...

por Redação Conexão Safra

em 24/08/2015 às 0h00

3 min de leitura

pube
Dando continuidade as apresentações técnicas sobre o Fundo Social de Apoio à Agricultura Familiar (Funsaf), foi realizado na manhã desta quinta-feira (20), no Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Castelo, um encontro com os representantes de associações, cooperativas da agricultura familiar, do poder público municipal e dos sindicatos dos trabalhadores rurais da região sul.



O evento foi organizado pela Federação dos Trabalhadores Rurais do Espírito Santo (Fetaes) e pela Secretaria de Estado de Agricultura, Abastecimento, Aquicultura e Pesca (Seag).



Segundo o Secretário de Agricultura da Seag, Octaciano Neto, o fundo irá disponibilizar, ainda este ano, R$ 12 milhões de reais destinados à agricultura familiar.



“O diferencial do funsaf é que o governo irá fazer uma gestão mais democrática e transparente dos recursos públicos, possibilitando um acesso igualitário à todos os agricultores familiares ”, completou.



O Presidente da Fetaes, Júlio Cezar Mendel destacou a importância do apoio ao agricultor familiar. “Falar em desenvolvimento é falar em parceria e abrimos o diálogo para que a sociedade fale ”, disse. Ele ainda relembrou que é preciso estreitar as parcerias para que os agricultores familiares possam ter acesso às políticas públicas.



Durante a apresentação o coordenador do Funsaf e Gerente de Agricultura Familiar da Seag Luiz Carlos Bricalli, explicou como serão os procedimentos de apresentação dos projetos, destacando a importância das associações e cooperativas estarem organizadas formalmente quando do lançamento dos editais.



A Diretora do Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Afonso Cláudio e representante da Associação de São Valetin, Renata Caetano da Silva, mostrou-se positiva com os editais do Funsaf. “Minha associação tem menos de dois anos, mas já planejamos adquirir um despolpador de café com os recursos do funaf ”, contou.



Assinaturas



Durante o evento foi assinada a portaria que dispõe sobre a criação de um grupo de trabalho para propor legislação sanitária para atender ao Sistema Unificado Estadual de Sanidade Agroindustrial familiar de Pequeno Porte.



Também foi assinada a instrução normativa que revoga a obrigatoriedade de um técnico para emissão do Cadastro Ambiental Rural (CAR).

Segundo o Presidente do Instituto de Defesa Agropecuária do Espírito Santo (Idaf), José Mario de Abreu Júnior, a assinatura do CAR oferece aos agricultores três garantias importantes, que são a redução do tempo para elaborar o cadastro, a eficiência em sua elaboração a partir da capacitação de quem irá se cadastrar e a tendência da melhora do custo do cadastro.



“Precisamos nos aproximar dos produtores rurais que participam em torno de 30% do nosso produto interno bruto e ações como estas simplificam a destas pessoas ”, destacou.



Para Júlio Cézar Mendel, as duas assinaturas representam muito para a agricultura capixaba, uma vez que é uma demanda antiga dos trabalhadores rurais.



Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA)



Em seguida foi realizada uma oficina de trabalho promovida pelo MDA para tratar dos assuntos ligados ao crédito rural. Foram discutidas as normas de operacionalização do crédito e, especialmente, o detalhamento do Plano Safra 2015/2016.



De acordo com o Delegado Federal do MDA, Josean de Castro, uma das novidades é que o governo federal aumentou em 20% o crédito rural. “Queremos fazer rodar esse crédito para subsidiar até mesmo as atividades não agrícolas, mas que sejam ligadas ao meio rural ”.

Fonte: Incaper

pube