pube
Geral

Dia de fruticultura reúne agricultores em Rio Novo do Sul

Os 45 participantes fazem parte do Polo de Fruticultura e puderam observar no campo a teoria apresentada na sala de aula com o acompanhamento de técnicos

por Redação Conexão Safra

em 14/03/2014 às 0h00

2 min de leitura

Produtores rurais de seis municípios do Sul do Estado se reuniram, nesta semana, no Dia Especial da Fruticultura, realizado em Rio Novo do Sul. No evento, os participantes conheceram as práticas de diversificação da produção com o cultivo de maracujá e goiaba. O encontro foi realizado pelo Instituto Capixaba de Pesquisa, Assistência Técnica e Extensão Rural (Incaper) para estimular os agricultores a melhorarem a qualidade do cultivo.

Agricultores de Itapemirim, Marataízes, Iconha, Vargem Alta, Piúma e Rio Novo do Sul participaram do evento que teve na programação um curso contou com explicações teóricas e práticas voltadas para o cultivo de maracujá e goiaba, frutas cultivadas para diversificar a produção. O evento, realizado em parceria com a Coopervidas e a Cooperativa de Laticínios Selita, também contou com uma palestra ministrada pelo engenheiro agrônomo do Incaper Luiz Carlos Caetano, que apresentou informações sobre doenças e comercialização.

pube

De acordo com o chefe do escritório local de Piúma, Vanderli Miranda, o encontro foi uma solicitação dos agricultores. “Eles visam melhorar as condições técnicas e por isso nos procuraram. Nosso objetivo é melhorar sempre a qualidade de vida deles e também do alimento colhido ”, afirmou.

Os 45 participantes fazem parte do Polo de Fruticultura e puderam observar no campo a teoria apresentada na sala de aula com o acompanhamento de técnicos. Segundo o chefe do escritório local de Rio Novo do Sul, Ronaldo Alemães Stephanato, o evento foi bastante proveitoso para todos presentes. “Foi uma grande troca de experiência. Pudemos mostrar o trabalho realizado por nós para que eles melhorem e aprendemos com eles quais são as necessidades ”, destacou.

Stephanato ressaltou ainda que a troca de informações também continuou no campo. “Fomos para uma propriedade em Couro Mono, onde eles puderam visualizar as pragas, os sintomas das doenças e as formas de tratamento e controle ”.


Fonte: Incaper

pube