pube
Geral

Curso agroecológico de fruticultura com ênfase em maracujá em Alegre

O Instituto Capixaba de Pesquisa, Assistência Técnica e Extensão Rural...

por Redação Conexão Safra

em 04/02/2016 às 0h00

2 min de leitura

pube

O Instituto Capixaba de Pesquisa, Assistência Técnica e Extensão Rural (Incaper) realizou no município de Alegre um curso de fruticultura com ênfase no maracujá. O evento teve parceria do Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar), da Associação de Produtores Rurais de Águas Limpas e Vizinhança, além do Sindicato Rural de Jerônimo Monteiro.

O curso contou com dois momentos. O primeiro com a parte teórica, na qual foi abordado o processo de produção do maracujá, desde a seleção da área até a comercialização. Já o segundo momento foi de prática, em campo, com a fruta em produção.

O maracujá não é comum no município, mas o curso foi uma demanda dos próprios produtores, que perceberam na instalação da agroindústria Frumel uma oportunidade de diversificar as produções e obter renda extra por meio da venda da polpa.

“A fruticultura pode ser bastante rentável para a agricultura familiar do município, principalmente com a ampliação do mercado de polpa de frutas. Alegre tem clima e solos propícios, falta apenas investimento e capacitação por parte dos agricultores para que possa ser expresso todo este potencial ”, disse a extensionista do Incaper em Alegre, Joana Carneiro.

O curso foi realizado no período de 26 a 28 de janeiro, e deu ênfase ao manejo agroecológico, ou seja, sem aplicação de agrotóxicos, que já seria o começo da transição das propriedades. Foram abordadas possibilidades para diversificação de produção, ciclagem de nutrientes, serviços ambientais e controle biológico para a lavoura do maracujá.

Fonte: Incaper

pube