pube
Geral

Cafés capixabas em destaque na maior feira de café do Brasil

por Redação Conexão Safra

em 08/10/2015 às 0h00

3 min de leitura

pube

Coopeavi apresenta os melhores cafés de seus cooperados em Belo Horizonte

Durante a Semana Internacional do Café, realizada em Belo Horizonte, a Coopeavi esteve presente no estande do Sebrae e apresentou ao público seus cafés de qualidade, tanto arábica e quanto conilon. Além disso, o degustador de café da cooperativa, Elivelton Oliveira, participou de várias rodadas de provas (cuppings) durante a feira.

Os melhores cafés capixabas foram expostos para milhares de profissionais na terceira edição do maior evento sobre café do Brasil e um dos mais importantes do mundo, durante os dias 22 a 24 de setembro. O evento mobilizou 13 mil pessoas ligadas à cadeia cafeeira, como cafeicultores, torrefadores, classificadores, exportadores, compradores, fornecedores, empresários, baristas, proprietários de cafeterias e apreciadores de todo o mundo.
A Coopeavi levou para feira os melhores cafés de seus cooperados. O café arábica foi apresentado com a marca Pronova e o conilon com a marca Coopeavi Café. De acordo com o gerente executivo de marketing, Daniel Piazzini, o evento é uma oportunidade de mostrar os melhores grãos aos melhores profissionais da cadeia cafeeira.

“A Semana Internacional do Café reúne no Brasil compradores e admiradores de café de qualidade, por isso participamos da feira desde a primeira edição, acreditamos que é uma ocasião importante para apresentar o que temos de melhor e fazer bons negócios ”, avalia Piazzini.
Para atestar essa qualidade, foram realizados diversos cuppings com degustadores de café brasileiros e estrangeiros. Entre eles esteve Elivelton de Oliveira, degustador da Coopeavi e um dos poucos profissionais capixabas a experimentar e avaliar os cafés expostos na feira.
“Para mim foi uma honra participar de uma prova com cafés e especialistas de altíssimo nível, pude provar cafés de toda região do Brasil e sem dúvida têm cafés ótimo de atributos que define sabores de acordo com cada região, mas posso afirmar que temos cafés a altura para competir com os melhores do mundo ”, disse Oliveira.

Ele também comentou sobre o contato com novas tecnologias para o café. “Tivemos contato com diversas inovações, como sacarias modernas para conservação do café e tecnologia para controlar a temperatura do secador, ambas contribuem para a qualidade final do grão ”, complementa.

A exposição e a participação de mercado dos cafés conilon é outro fato que aumenta ano após ano, graças ao trabalho de conscientização realizado com os cafeicultores. O cooperativismo tem contribuído para auxiliar o agricultor. A Coopeavi, por exemplo, busca incentivar os produtores a aderirem as boas práticas de manejo e a inserir novas tecnologias, tudo isso visando obter maior valor agregado e conquistar prêmios de qualidade.

pube