pube
Geral

Artesãos de Castelo conseguem carteira nacional

Eles tiveram a oportunidade de obter e renovar suas carteiras, que foram emitidas gratuitamente

por Redação Conexão Safra

em 17/02/2014 às 0h00

2 min de leitura

Castelo agora conta com 35 artesãos reconhecidos oficialmente pela Agência de Desenvolvimento das Micro e Pequenas Empresas e do Empreendedorismo do Espírito Santo &ndash, ADERES. Estes artesãos tiveram a oportunidade de obter e renovar suas carteiras, que foram emitidas gratuitamente em um serviço ofertado em parceria da ADERES com a Prefeitura de Castelo, através da Secretaria Municipal de Turismo e Cultura.

Trinta novas carteiras de artesãos foram emitidas e cinco renovadas, sem custo algum para os artesãos, por uma funcionária da ADERES que passou o dia no município avaliando o trabalho dos que almejavam uma nova carteira ou renovando os dados dos que já possuem o documento. Agora, o prazo para a entrega das carteiras aos artesãos é a partir de três meses, e será feita na sede da Secretaria Municipal de Turismo e Cultura, no prédio do Centro Cultural e Turístico, no centro da cidade.

pube

Foi um trabalho de total reconhecimento, já que para obter pela primeira vez a carteira o artesão teve que apresentar quatro de seus trabalhos finalizados e um trabalho semi-pronto, que foi terminado no local e avaliado em um “teste de habilidade ” pela técnica da ADERES.

Segundo a artesã, Cristina Scolforo, é um orgulho ter seu trabalho reconhecido. “Assim que soube dessa oportunidade fiquei muito feliz e logo separei alguns para trazer. Espero que agora meu trabalho seja mais reconhecido. Acho que a carteira vai me abrir portas, pois pretendo participar de feiras em todo o Estado ”, comentou a artesã de pacthwork e fuxico, depois de apresentar algumas peças e finalizar um de seus trabalhos no teste de habilidade.

Os benefícios para os artesãos que solicitaram a carteira são muitos, como: a emissão de nota fiscal e avulsa, sem custo algum com a receita estadual, a participação em feiras e eventos oferecidos pelo Governo Estadual e Federal, circulação de mercadoria por todo território nacional, pegar empréstimos, pagar INSS como artesão para se aposentar no futuro, entre outros.

“A emissão é feita, normalmente, em Vitória. Nós buscamos essa parceria com a Aderes para facilitar o acesso dos artesãos de Castelo a esse benefício. É mais uma ação para fortalecer o artesanato local ”, concluiu o Secretário Municipal de Turismo e Cultura, Marcos Lopes.


Fonte: Assessoria de Comunicação da Prefeitura de Castelo


pube