pube
Geral

Aquários: da estética aos benefícios para a saúde e bem estar

Estudos comprovam a redução da pressão sanguínea, níveis mais baixos de estresse, saúde física e emocional melhoradas com peixes em casa e no ambiente de trabalho

por Redação Conexão Safra

em 10/02/2015 às 0h00

6 min de leitura

pube
Alissandra Mendes
alissandrapmendes@yahoo.com.br

Ter um aquário em casa ou no local de trabalho não é só questão de bom gosto ou decoração do ambiente. Os benefícios de olhar os peixinhos no ambiente vão além da estética. Estudos realizados nos Estados Unidos e Inglaterra comprovam que os aquários têm uma influência grande na redução do estresse, pressão alta, ansiedade, pulso e tensão muscular. Além disso, também pode ajudar as pessoas que sofrem de insônia e precisam de paz e tranquilidade em casa.

Durante os estudos, crianças com hiperatividade responderam bem aos aquários e ficaram mais calmas. Os pacientes com Alzheimer que convivem em ambientes com aquários tende a se alimentar melhor, sofrem menos de ansiedade e de agressividade. Por isso, muitos consultórios médicos e odontológicos adotaram os aquários nas salas de espera, para que os pacientes fiquem calmos e menos tensos antes das consultas.

O estudo, realizado pela American Pet Products Manufacturers Association, também revelou os muitos benefícios associados à presença de aquários no local de trabalho. Os funcionários ficam mais felizes, mais saudáveis, com mais motivação, criatividade e produtividade. No caso das empresas entrevistadas, 100% concordaram que ter um aquário nos seus escritórios relaxa os empregados, 73% das empresas participantes relataram que um aquário no escritório cria um ambiente de trabalho mais produtivo e 27% das empresas participantes relataram uma diminuição da taxa de absentismo.


Da montagem aos cuidados

Ao mesmo tempo em que chegam os benefícios surgem as dúvidas. É muito difícil montar e manter um aquário? De acordo com o empresário e aquarista Leandro Gomes, a resposta é não. “Qualquer pessoa pode montar e cuidar perfeitamente do aquário. São exigidos alguns cuidados básicos, mas não é difícil. A maioria dos aquários é feito de vidro no formato retangular, que é o mais comum. O tamanho e a forma vão depender do gosto e do espaço que a pessoa tem para montar ”, explicou.

O simples fato de observar os peixes no aquário por alguns minutos pode aliviar todo estresse e as tensões do dia a dia. “Existem vários tipos de aquários, desde o pequeno para o betta, com plantas naturais, artificiais, para peixes jumbo, ciclídeos africanos, comunitários, enfim, tem para todos os gostos. A manutenção é sempre a mesma: troca parcial da água de 15 em 15 dias, e no caso de plantas naturais, a poda. Já com as plantas artificiais, as pessoas precisavam retirá-las do aquário para lavar e retirar as algas que se acumulam ”, ressaltou Leandro.
O que não pode faltar em um aquário, de jeito nenhum, é o sistema de filtragem da água. “E no caso de um aquário com plantas naturais, também é necessário a iluminação, que recria o ecossistema das plantas ”, afirmou.

Para aqueles que querem ter um bichinho de estimação, mas trabalham o dia inteiro e só voltam para casa à noite, o aquário também é uma ótima opção, pois os peixes podem ser alimentados uma vez por dia ou simplesmente usar um comedouro automático para alimentá-los.
“Tem espécies que são pequenas e comem pouco. Muitas pessoas ficam com pena de colocar pouca ração no aquário, mas o que acontece é que acabam matando os peixes por causa do excesso de ração, pois eles não comem e o alimento fica no fundo do aquário e suja a água rapidamente ”, comentou.

Nas crianças o aquário promove uma noção de responsabilidade, cuidado, zelo, atenção, compromisso e organização, já que passam a assumir a responsabilidade com o peixe. “A variedade de peixe é muito grande. São muitas espécies, coloridos e de diversos tamanhos. A escolha pelo peixe vai depender do modelo do aquário escolhido. Existem peixes, por exemplo, que não podem habitar um aquário plantado, pois comem plantas. E, geralmente, esses são os mais procurados. O ideal é a pessoa se informar sobre o que quer e sobre os cuidados com o aquário antes de montá-lo ”, finalizou o empresário.

Princípios básicos para ter um aquário:

&bull, Quanto maior o aquário mais requer sistemas de filtragem da água para manter a qualidade do ecossistema. O indicado é que começar com um aquário de 80 a 100 litros.

&bull, Montar um aquário é criar um ecossistema. O comportamento e os hábitos dos animais devem ser levados em consideração. Da mesma maneira que se deve ponderar a quantidade e a procedência dos outros seres que estarão envolvidos nesse projeto, como por exemplo, as pedras e as plantas.

&bull, O cascalho ou areia usado no fundo do aquário deve ser adequado aos peixes que serão criados.

&bull, Coloque o termômetro na direção oposta do aquecedor. Dessa maneira você terá uma idéia mais clara sobre a temperatura do tanque.

&bull, O aquário não deve receber luz direta. Você está criando um ecossistema ‘artificial’ e todos os fatores têm que ser controlados.

&bull, Após colocar os peixes, nunca troque toda a água do aquário de uma vez. Os peixes podem morrer por causa dessa mudança súbita de água. É recomendável se trocar no máximo 1/3 da água, isso quer dizer, se você tiver um aquário de 100 litros, troque no máximo 33 litros de cada vez.

&bull, Os peixes devem ser a última coisa a ser posta no aquário. É recomendável esperar entre uma a duas semanas antes de começar inseri-los.

&bull, Pesquise e planeje sobre os peixes que você quer colocar no seu aquário. Tente saber o máximo possível sobre as preferências e exigências do animal.

&bull, Os peixes devem alimentados no máximo duas vezes por dia. Coloque uma quantidade pequena de comida. Caso ela seja toda ingerida coloque um pouquinho mais e evite deixar restos de alimento na água.

&bull, Na hora de colocar o peixe dentro do aquário não o faça diretamente. Coloque o saquinho plástico no aquário ainda fechado, por cerca de 10 minutos na água do aquário para igualar a temperatura, misture a água do seu aquário com a do seu peixe e depois faça a soltura do mesmo com uma rede, isso irá reduzir o choque térmico e o stress no animal.

&bull, Procure sempre usar produtos e rações de boa qualidade para o seu peixe. Eles irão agradecer!


Fotos: Alissandra Mendes









pube