pube
Geral

Apicultura é destaque no Norte do Espírito Santo

por Redação Conexão Safra

em 29/02/2016 às 0h00

5 min de leitura

pube

A apicultura ganha força no Espírito Santo e é considerada uma excelente fonte de renda para os produtores rurais de São Mateus, Norte do Estado. E o Instituto Capixaba de Pesquisa, Assistência Técnica e Extensão Rural (Incaper) tem incentivado a produção de mel no município.

Para ser um produtor de mel é preciso muita dedicação. Seu Antônio Bins começou na garagem de casa há 20 anos. Hoje, ele possui mais de 90 caixas de abelha que produzem de 30 a 35 quilos de mel por colmeia, o que equivale a quase cinco toneladas ao ano.

Para vender toda produção, Seu Antônio montou uma loja dentro da propriedade, onde vende vários produtos como: própolis, sachês, pólen e cachaça feita com mel. Nos finais de semana, o mel embalado em potes é vendido nas feiras da região. Para isso, ele conta com a ajuda da família. O filho Júnior, de apenas 20 anos, também se dedica à produção de mel.

“Minha história com o mel é antiga. É do mel que tiro o sustento da minha família e a procura pelo produto é muito grande e falta mel no mercado. Antes eu trabalhava sem assistência técnica e hoje, com a orientação do Incaper e outros parceiros, fica mais fácil produzir com qualidade. Fico feliz de ver que a minha paixão pelo mel passou para o meu filho, que prefere trabalhar comigo a sair da propriedade ”, disse Seu Antônio.

De um ano para cá, a produção do Seu Antônio cresceu bastante, tanto que ele precisou aumentar o local onde armazena o mel. Com isso, recebeu o registro no Serviço de Inspeção Municipal (SIM) e está se adequando às normas para continuar atendendo bem aos clientes.

Para o chefe do escritório do Incaper de São Mateus, Jorge Gomes Soares, que também é apicultor e associado, o Seu Antônio é um apicultor de sucesso. “Ele é um exemplo a ser seguido. Sempre muito dedicado e atento às normas. Ele acreditou no mel que produzia e hoje não pensa em desistir do alimento ”, ressaltou Jorge.

A família de Seu Antônio é uma das 35 que vivem da apicultura no município. E o grupo ganhou um incentivo a mais para investir na produção: em parceria com o Incaper, os produtores criaram a Associação dos Apicultores do Norte do Espírito Santo (Apinorte).

Sobre a Apinorte

A Associação dos Apicultores do Norte do Espírito Santo (Apinorte), com sede em São Mateus, foi fundada em 2003 através do escritório local do Incaper, com o propósito de organizar os apicultores da região, onde pudessem por meio de cursos e treinamentos, participações em eventos diversos, simpósios e congressos, melhorar a qualidade do mel, além de agregar valor ao produto, profissionalizar a atividade e ter acesso às políticas públicas.

A Apinorte ainda está em desenvolvimento e pretende resolver problemas como a dificuldade de discutir sobre a produção e a qualidade do mel no município. Mas o principal objetivo é estimular o crescimento dessa atividade. Atualmente, a associação conta com 2.455 colmeias povoadas, que produzem 84,5 toneladas de mel por ano, com a movimentação de recursos com os produtos apícolas (mel, cera, pólen e própolis) em torno de R$ 940 milhões por ano.

Recentemente a associação foi contemplada com um entreposto de mel, construído com recursos do Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA) e Prefeitura Municipal de São Mateus, que foi cedido em comodato. Com a nova sede, outros desafios virão, como atrair novos apicultores para a associação, incentivar, por meio de cursos de apicultura, outras pessoas a entrarem na atividade, utilizar melhor os equipamentos disponíveis aumentando o poder de comercialização da produção.

A associação está em busca de adequação para que possa adquirir o Selo de Inspeção Estadual (SIE), e consequentemente, a oportunidade de comercialização de forma autorizada nos estabelecimentos comerciais (supermercados, padarias, farmácias, entre outros).

Novidades

Está sendo adquirido um kit apícola, composto por 12 macacões, botas, luvas e um fumigador com recursos da própria Apinorte em parceria com a Fibria, para a realização de cursos de apicultura para iniciantes no município de São Mateus. Estes cursos serão realizados pelo Incaper em parceria com a Associação.

Vale ressaltar a contribuição que o Sebrae tem dado à apicultura no Espírito Santo, com a contratação de consultores, que tem proporcionado o crescimento profissional dos apicultores, aumentando significativamente a produtividade das colmeias.

História de fé

A esposa do Seu Antônio, a Dona Edineia, é uma mulher de muita fé. Quando eles estavam comprando as prateleiras, com o formato de alvéolo, para colocar os produtos na loja, ela reparou que o esposo só tinha pedido 50 delas. Ela questionou o porquê que o seu Antônio não tinha pedido uma a mais para colocar a imagem de Nossa Senhora. Para a surpresa dos dois, quando as prateleiras chegaram, ela reparou que eram 51. Hoje, a santa faz parte do dia a dia da loja, sempre abençoando o trabalho e a dedicação da família.

Fonte: Incaper

pube